Acidentes deixam 9 mortos e 24 feridos nas estradas federais do RN durante feriado, diz PRF

Operação do Dia do Trabalhador, encerrada na noite desta terça-feira (1º), registrou menos acidentes e feridos, mas número de mortes triplicou na comparação com 2017.

379
Batida aconteceu na BR-406, a 8 quilômetros de João Câmara (Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi)

Polícia Rodoviária Federal registrou um número menor de acidentes e de feridos nas estradas que cortam o estado, durante a Operação Dia do Trabalhador 2018, em relação ao ano passado. Porém o número de mortes triplicou no período.

Entre a sexta-feira (27) e a noite desta terça-feira (1º) foram registrados 20 acidentes, que resultaram em 24 pessoas feridas e nove mortas. No ano anterior, foram 24 acidentes, com 37 feridos e três mortes.

O número de óbitos foi maior principalmente por causa de um grave acidente que aconteceu na BR 406, em João Câmara, que resultou na morte de sete pessoas. Elas estavam em dois carros que bateram de frente no quilômetro 108 da rodovia. O acidente aconteceu na madrugada da terça (1º).

Os outros acidentes com mortes aconteceram no domingo. O primeiro aconteceu durante a tarde. Um motociclista bateu de frente com um carro e morreu na BR 226, em Messias Targino.

Já à noite, um pedestre foi atropelado na BR 110, em Areia Branca, região salineira do estado.

Fiscalização

No decorrer da operação, 3.136 pessoas e 2.804 veículos foram fiscalizados, sendo 1.073 notificados por infrações diversas. Muitas pessoas foram flagradas em fiscalizações com etilômetros. Entre sexta-feira (27) e terça-feira (1º), 1.085 condutores realizaram testes, sendo que 32 foram autuados e dois foram presos.

Outra imprudência bastante relacionada a lesões graves e mortes nas rodovias é o excesso de velocidade. Durante a operação 360 motoristas foram autuados por transitarem com velocidade acima da permitida. Em um flagrante de excesso de velocidade, um condutor foi flagrado dirigindo a uma velocidade de 178 km por hora. Outros 164 condutores foram multados por realizarem ultrapassagens proibidas.