MPF fará pente-fino em candidatos ao Planalto

189
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em todo o país, mais de 1,8 milhão de eleitores estão com seus títulos irregularesArquivo/Elza Fiúza/Agência Brasil

O Ministério Público prepara um pente-fino nos presidenciáveis para verificar quais deles podem ser enquadrados na Lei da Ficha Limpa. Um dos casos mais emblemáticos é o do ex-presidente Lula, condenado em 2.ª instância. Porém, será verificada a situação de todos. A medida é preventiva. Qualquer candidato pode requerer o registro. Até o dia 23 de agosto, MP, candidatos, coligações e partidos podem questionar o registro das candidaturas. Os sete ministros do TSE têm até o dia 17 de setembro para julgá-los, conforme previsto no calendário eleitoral.

Vem aí. Quando os registros forem julgados, a composição do TSE será outra. Já terão sido efetivados os ministros Og Fernandes e Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF. A aposta é a de que o tribunal ficará ainda mais rigoroso.

Bye bye. O ministro Luiz Fux, atual presidente, deixa o tribunal no dia 15 de agosto. Napoleão Nunes, em 30 de agosto – Nunes é visto como um dos ministros com posições mais favoráveis aos políticos.

BG