Multidão de jornalistas invade corredor da Câmara para transmitir Bolsonaro ‘ao vivo’

226

Em meio a uma profusão de celulares transmitindo ao vivo um minicomício do deputado Jair Bolsonaro (RJ) no corredor de seu gabinete, na Câmara, o vereador Neguinho da Borracharia, de Juína, em Mato Grosso, disputava espaço ao redor do presidenciável com um representante da caravana de Pacajus, no Ceará, que queria lhe entregar um quadro com moldura dourada com uma imagem da última ceia de Jesus.

O encontro de caravanas vindas de todo país precede um grande ato que acontecerá nesta quarta-feira, no início da noite, para marcar a filiação de Bolsonaro e cerca de 10 a 15 deputados no PSL, partido pelo qual o pré-candidato pretende disputa a Presidência da República.

Sem o ex-presidente Lula na disputa, Bolsonaro lidera, isolado, as pesquisas de intenção de votos. Dentro do gabinete de Bolsonaro, dois bonecos pixuleco de Lula decoram a parede.

— Manda um abraço aqui para o Cariri — grita um simpatizante agarrando Bolsonaro e mirando o celular em sua direção.

— Agora manda um abraço para Anápolis — pede o goiano, sendo atendido por Bolsonaro:

— Estamos juntos firme e forte Anápolis, estive lá recentemente no Colégio Militar.

Entre uma fala e outra, os militantes de Campos de Goytacás, sul do Paraná, entoam o grito : “mito, mito, mito!”

No meio do empurra empurra uma mulher consegue chegar mais perto e pede que Bolsonaro mande uma mensagem para os jovens que estão tirando o título de eleitor pela primeira vez para votar nele. Bolsonaro atende:

Maria Lima – O Globo