Testemunhas afirmam que empresário Sueldo estava visivelmente embriagado em acidente que vitimou família do Acre/AC

3441

Em depoimento testemunhas afirmaram que as vítimas trafegavam em uma motonete da marca Shineray Traxx tendo como condutor Francisco Raulino Júnior com ele vinha sua esposa Elianai de Melo Bandeira e seu filhinho de apenas 2 anos Francisco Raulino Neto, os mesmos seguia em destino a cidade de Pau dos Ferros quando deixaram a estrada carroçável e entraram na BR 405, após já está trafegando vieram a ser surpreendidos pelo veículo tipo Hilux que bateu na traseira da motonete Traxx arremessando os corpos a metros de distância do ponto de impacto, instantes depois do acontecido familiares das vítimas que seguia logo atrás identificaram o motorista da Hilux como sendo a pessoa de Sueldo do Posto Segundo Melo, foi observado que o mesmo estava em visível estado de embriaguez alcoólica pois sequer conseguia se equilibrar conforme relato de pessoas que também presenciaram o ocorrido.

Tragédia – Pai mãe e filho morrem em trágico acidente em São Francisco do Oeste/RN

As testemunhas relataram que também souberam que Sueldo esteve no Forró dos Velhos “ Evento da 3º Idade” em São Francisco do Oeste ingerindo bebida alcoólica e com sinais característicos de embriaguez, as testemunhas ainda relataram que foi observado que o veículo vinha em alta velocidade considerando o estrago do impacto, o empresário seguia conduzindo o veículo no mesmo sentido da motoneta Traxx sentido a cidade de Pau dos Ferros/RN.

Outra testemunha também relatou sobre o acidente.

Conforme postado no site Mossoró Hoje, O aposentado Vicente Basílio da Costa, testemunha ocular do acidente que matou a família que veio do Acre estudar em Pau dos Ferros, afirma que o empresário que provocou a tragédia estava visivelmente embriagado e fugiu sem prestar socorro às vítimas.

Outra fonte do MOSSORÓ HOJE afirmou categoricamente que o empresário é conhecido por Sueldo, dono do Posto Segundo Melo, de Pau dos Ferros, e que ele havia passado o dia bebendo com amigos no Forró dos Velhos, em São Francisco do Oeste/RN.

No momento do acidente, ainda conforme Vicente Basílio, Sueldo do Posto Segundo Melo estava acompanhado com um garoto de mais ou menos 12 anos. Este garoto, inclusive estava puxando de uma perna, como se estivesse machucada em função do acidente.

Vicente Basílio contou que estava em casa, perto da entrada da comunidade Cachimbo Acesso, quando aconteceu o acidente. Ele relata que se deslocou rapidamente ao local. Viu que Júnior Raulino já estava morto e testemunhou a mulher dele Elianai de Melo Bandeira morrer. E o filho do casal Francisco Raulino Neto, saiu do local com vida, mas morreu a caminho do hospital.

A Polícia Civil de Pau dos Ferros deu iniciou as investigações, testemunhas foram levadas para prestar depoimento em Pau dos Ferros e outras no local, que foi periciado pelo ITEP.

O corpos das vítimas foram removidos para exames na sede do ITEP em Mossoró, e liberados para o velório que ocorreu no estado do Acre (AC).