Defesa de Daniel Alves entrega recurso e acredita que jogador deve deixar prisão dentro de um mês

Os advogados de Daniel Alves apresentaram nesta segunda-feira (30) um recurso pedindo que o o jogador responda em liberdade à acusação de ter estuprado uma jovem em Barcelona.

A defesa acredita que o jogador deve deixar a prisão em menos de um mês.

O jogador está preso de forma preventiva há mais de uma semana em Barcelona, na Espanha, acusado de estuprar uma mulher no banheiro de uma boate. Ele foi detido enquanto prestava depoimento sobre o caso.

A juíza responsável pelo caso viu contradições em suas declarações e acatou um pedido do Ministério Público espanhol de prisão preventiva sem fiança para o jogador.

De acordo com o jornal “El Periódico”, o recurso foi entregue nesta manhã ao 15º Tribunal de Instrução de Barcelona – esse tipo de Corte é o responsável por analisar um caso antes de decidir se ele deve ou não ir a julgamento. Alves ainda não é considerado réu.

O pedido será transferido para a Audiência de Barcelona – a instância mais alta da Justiça local, que será quem julgará se aceita ou não o recurso. A defesa da jovem que acusa Alves também será notificada e poderá apresentar novas argumentações, caso queira.

Fontes da defesa de Daniel Alves contaram ao jornal espanhol “El Mundo” que a expectativa é que a Justiça aceite o recurso em um prazo de aproximadamente um mês, um cálculo que levou em conta os prazos para a análise do pedido e trâmites legais.

A tática da defesa para redigir o recurso foi a de se concentrar no argumento de que a relação foi consensual – esta foi a última versão dada por Daniel Alves em declaração à Justiça. A suposta vítima nega, e a Promotoria disse ter provas suficientes que comprovem o crime de agressão sexual.

No depoimento inicial, Alves havia dito que não conhecia a vítima e garantiu que não houve qualquer relação.

Os advogados argumentam que ele mentiu por não querer revelar a traição à sua mulher, a modelo das ilhas Canárias Joana Sanz – Sanz ainda não se pronunciou sobre o caso, mas apagou as fotos do marido em sua conta do Instagram.

A defesa também sugeriu, no recurso, que Daniel Alves use uma pulseira eletrônica e entregue seu passaporte à Justiça. As sugestões são uma tentativa de desarmar a principal argumentação da Promotoria quando pediu a prisão preventiva do brasileiro – a de que havia alto risco de fuga, já que ele residia em outro país e tem poder aquisitivo suficiente para deixar a Espanha em avião.

Alves tem uma casa em Barcelona, e foi demitido do Pumas, no México, onde estava jogando – isso também consta no recurso.

Por G1.

Lula nomeia 122 militares para cargos no GSI após demissões

Lula (foto) nomeou 122 membros das Forças Armadas para cargos no Gabinete de Segurança Institucional (GSI). As medidas foram assinadas na última sexta-feira (27) e publicadas no Diário Oficial da União nesta segunda (30).

As nomeações ocorrem após uma série de demissões no GSI, diante da desconfiança do presidente da República com militares devido à invasão das Sedes dos Três Poderes, no último dia 8. Somente na semana passada, 80 agentes foram dispensados.

Foram nomeados para a Secretaria de Segurança e Coordenação Presidencial do GSI nove supervisores, 28 assistentes, 23 secretários e 60 especialistas. Para o escritório de representação da secretaria no Rio de Janeiro, um assistente foi nomeado.

Também foi nomeado um militar para atuar no Gabinete Pessoal do Presidente da República. Ele ficará na assessoria especial da Secretaria Extraordinária de Segurança Imediata do Presidente da República.

Por O Antagonista.

APODI: Com 20 atrações musicais, arrastão diário, o carnaval de todos os sons será o maior do RN

Um município com pessoas hospitaleiras, uma grande estrutura na arena da folia, aliado a uma mega atração musical. Essa é a definição perfeita para a maior festa de rua do Estado do Rio Grande do Norte, o Carnaval de Apodi.

Em Apodi a festa começa dia 11, com a Frevança, que escolhe o Rei e Rainha do carnaval. A animação ficará por conta da banda Tabakana e Orquestra de Frevo. E nos dias 15 e 16 haverá o Carnaval kids para a diversão da criançada e o Carnaval dos Idosos, ambos com animação da Orquestra de Frevo. Já no sábado, dia 18, haverá a folia sociocultural terá presença dos bonecos gigantes e animação da Orquestra de Frevo.

Para a festa do Carnaval tradicional deste ano, a animação ficará por conta de Dilsinho, Mateus e Kauan, Solange Almeida, Rafa e Pipo Marques, É o Tchan, Dodô Pressão, Grafith, Japãozin, Toni Garrido, Dan Ventura, Matheus Fernandes, Aline Reis, Banda Inala, Danilo Nickson, Dário Villa, Gaxinin e André Luvi.

O evento acontecerá de 17 a 21 de fevereiro e contará com uma expectativa de público de cerca de 50 mil foliões por noite.

O período da tarde consolidou os tradicionais arrastões pelas ruas da cidade, com a presença de um trio elétrico, saindo da BR-405. Durante à noite, uma estrutura de arena é montada no Complexo Turístico Calçadão da Lagoa, com palco e espaço gratuito para foliões, além de estrutura de camarotes que são vendidos para os blocos e turmas. A programação social e cultural também são grandes diferenciais, com a realização de eventos paralelos para os Idosos e Crianças, além do carnaval sociocultural.

O prefeito Alan Silveira fala sobre a organização e planejamento para o evento: “o nosso tradicional carnaval de rua contará um grande aparato de segurança, pública e privada para que nossos foliões possam aproveitar ao máximo e com total segurança”, frisou.

A Prefeitura de Apodi, por meio da Secretaria de Turismo, informa que este ano o evento contará, novamente, com o apoio das Polícias Civil e Militar, além da contratação de segurança particular, para que o folião possa aproveitar ao máximo o evento com total segurança.

Cidade de um povo hospitaleiro, Apodi conseguiu entrar no calendário festivo do Estado depois de realizar grandes carnavais. Com característica bastante peculiar, é um dos últimos eventos que é totalmente gratuito para o público.

Durante o dia, as turmas se concentram em suas sedes e ficam à espera do arrastão, que acontece sempre no final da tarde. O Carnaval de Apodi movimenta, de forma significativa, a economia de toda a região. Desde os comércios, que trabalham de forma direta e também os que trabalham de forma indireta, à geração de possibilidade de renda durante os dias do evento.

A folia apodiense gera renda para ambulantes, restaurantes, hotéis, pousadas e até cidadãos conseguem faturar com o aluguel das casas. Vale lembrar que o folião não pode entrar na Arena da Folia com garrafa de vidro, as bebidas precisarão estar em recipiente plástico.

Diante de tudo isso, Apodi reúne as condições perfeitas para quem quer diversão, alegria e muito agito aos foliões que procuram um grande carnaval, e o melhor, totalmente gratuito. O município é o endereço certo para uma boa diversão neste período carnavalesco.

Com novo salário mínimo, contribuição de MEIs e outros profissionais ao INSS sobe; veja

Os valores de contribuição previdenciária ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para profissionais que contribuem de forma individual —que inclui autônomos— ou facultativa vão subir a partir de fevereiro.

A mudança acontece porque a contribuição acompanha o salário mínimo, que subiu de R$ 1.212 para R$ 1.302 neste ano.

MEIs

Seguindo a alíquota de 5% sobre o piso salarial (R$ 65,10), acrescida de impostos a depender da atividade exercida, os novos valores para MEIs (Microempreendedores Individuais) variam de R$ 66,10 a R$ 71,10.

Quem exerce atividades de comércio e indústria terá de contribuir com mais R$ 1 referente ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), resultando em R$ 66,10 de contribuição. Se for prestador de serviços, incidem mais R$ 5 referentes ao ISS (Imposto Sobre Serviços), totalizando R$ 70,10. Se atuar nas duas categorias, a soma dos dois impostos resulta em R$ 71,10.

Para MEI Caminhoneiros, a alíquota inicial é de R$ 156,24, mais os impostos citados relativos às atividades exercidas.

A contribuição mensal é calculada automaticamente na emissão do Documento de Arrecadação do Simples Nacional

Autônomos

Já para profissionais autônomos, denominados “contribuintes individuais” na nomenclatura previdenciária, as alíquotas sobre o salário-mínimo permanecem inalteradas, em 11% e 20%.

Em 2023, contribuintes individuais que prestam serviços a pessoas físicas (código 1163) contribuem com 11% do salário-mínimo (R$ 143,22 ao mês). Essa categoria dá direito à aposentadoria por idade, além de outros benefícios do INSS.

Já contribuintes sob o código 1007, também prestadores de serviços a pessoas físicas, entram desde a alíquota de 20% do piso (R$ 260,40) até a de 20% do valor do teto do INSS (hoje em R$ 7.507,49, resultando em R$ 1.501,50 ao mês). A diferença desta categoria para a anterior reside no que o segurado tem direito — o código 1007, além de garantir aposentadoria por idade, assegura também por tempo de contribuição.

Facultativos

Para contribuintes facultativos, ou seja, aqueles que não exercem atividade remunerada ou têm renda familiar inferior a dois salários mínimos, as alíquotas também se mantêm.

Facultativos de baixa renda, inscritos sob o código 1929, contribuem com 5% do salário mínimo, a R$ 65,10 ao mês. É preciso que, nesta categoria, contribuintes estejam inscritos no sistema Cadastro Único (CadÚnico).

Já para aqueles que não exercem atividade remunerada, inscritos sob o código 1473, a contribuição é de 11% do piso salarial (R$ 143,22 ao mês) e dá direito à aposentadoria por idade.

Trabalhadores sob o código 1406, que dá direito à aposentadoria por idade ou tempo de contribuição, entram com alíquota de 20% do piso a 20% do valor do teto do INSS, resultando em um valor mínimo entre R$ 260,40 e R$ 1.501,50 ao mês.

Segurado empregado, trabalhador avulso e empregador doméstico

As faixas de contribuição ao INSS dos trabalhadores empregados, domésticos e avulsos também foram atualizadas.

As alíquotas são de 7,5% para aqueles que ganham até R$ 1.302,00; de 9% para quem ganha entre R$ 1.302,01 até R$ 2.571,29; de 12% para os que ganham entre R$ 2.571,30 até R$ 3.856,94; e de 14% para quem ganha de R$ 3.856,95 até R$ 7.507,29.

Com informações da CNN Brasil.

Ministro de Lula fez uso do orçamento secreto para asfaltar acesso à sua fazenda, diz jornal

Juscelino Filho, ministro das Comunicações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), utilizou R$ 5 milhões do orçamento secreto para levar asfalto até propriedades de sua família em Vitorino Freire (MA), incluindo uma fazenda da qual é dono. As informações foram reveladas pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta segunda-feira, 30.

De acordo com a reportagem, Juscelino direcionou recursos do orçamento para a cidade onde sua família tem influência. Sua irmã, Luanna Rezende (União Brasil), é prefeita do município. Para a obra, foram contratadas uma empresa de um amigo de longa data do ministro e um engenheiro cuja indicação veio de seu grupo político.

O esquema

A empresa em questão é a Construservice, que pertence a Eduardo José Barros Costa, conhecido como Eduardo Imperador, que já foi preso suspeito de pagar propina para conseguir obras na cidade. Eduardo ficou quatro dias preso, após ser detido pela Polícia Federal, mas foi liberado sob fiança. Juscelino já chegou a admitir que é amigo do empresário há mais de 20 anos.

Já Julimar Alves da Silva Filho, engenheiro da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) que assinou a autorização para a obra, foi indicado pelo partido de Juscelino, o União Brasil, e está afastado do cargo após suspeita de ser um dos destinatários de propinas de Eduardo Imperador.

Vitorino Freire

A família de Juscelino possui muitas propriedades em Vitorino Freire – uma cidade pobre em que 42% da população não tem asfalto na frente de casa.

Além da propriedade do ministro, oito de algumas fazendas do clã foram beneficiadas com as obras de asfaltamento.

Orçamento secreto

O chamado orçamento secreto ficou assim conhecido por se tratar de recursos públicos com pouca transparência e que tem sido utilizado para negociação política no Congresso. Em dezembro, o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou que a prática é inconstitucional.

Os ministros da Corte determinaram, ainda, que parlamentares que fizeram uso do orçamento secreto declarassem o montante que solicitaram e a finalidade para qual os recursos foram direcionados.

Segundo o Estadão, Juscelino omitiu essas informações que foram solicitadas pelo STF.

Defesa

Em sua defesa, Juscelino Filho confirmou as obras de asfaltamento no município, mas chamou de “leviano” a alegação que apenas sua propriedade foi beneficiada.

“Considerar que a estrada de 19 km de extensão, que recebeu, sim, recursos de emenda do parlamentar, via convênio com a Codevasf, beneficiou apenas sua propriedade é no mínimo leviano, uma vez que a estrada liga os povoados de Estirão e Jatobá”, disse em nota.

“É natural e previsível que, na qualidade de parlamentar, Juscelino Filho tenha o compromisso de levar recursos para a região, sua base política”, acrescentou.

A Codevasf respondeu que a responsabilidade do trecho que foi asfaltado é da prefeitura e reforçou que Julimar Alves da Silva Filho foi afastado após suspeitas de receber proprina, mas que segue com salário de R$ 20 mil por mês.

A prefeita Luanna Rezende não respondeu à reportagem. A Construservice e Eduardo Imperador também foram procurados, mas não retornaram.

Por Terra.

Eleições no Congresso: Lira é o favorito, enquanto Pacheco conta votos

Deputados e senadores voltam aos trabalhos legislativos no Congresso Nacional em 1° de fevereiro para definir quem comandará das casas pelos próximos dois anos. As eleições para os cargos de presidente da Câmara e do Senado ocorrem logo após a abertura do ano legislativo e da cerimônia de posse dos parlamentares eleitos.

A poucos dias do pleito, o cenário final põe Câmara dos Deputados e Senado Federal em lados opostos. Isso porque, até o momento, tudo indica que o atual comandante dos deputados, Arthur Lira (PP-AL), deve ser reeleito. O único concorrente até o momento é Chico Alencar (RJ), que tem o apoio isolado do PSol e é o único a se opor ao alagoano.

Por sua vez, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), apesar de favorito, enfrenta resistência entre os aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que inclusive lançaram uma candidatura própria para concorrer com o mineiro. Rogério Marinho é o nome do Partido Liberal para a presidência da Casa Alta. Na última semana, o PL cravou o apoio do PP e do Republicanos. Há, ainda, o candidato do Podemos, Eduardo Girão (CE), que promete tirar votos dos demais concorrentes.

No Senado, para ganhar em primeiro turno a presidência da casa, o candidato precisa de pelo menos 41 votos. Se ninguém chegar a esse número, os nomes vão para o segundo turno. O escolhido toma posse em seguida.

Com informações de Metrópoles

OMS decide manter nível máximo de alerta para pandemia de Covid-19

A OMS (Organização Mundial da Saúde) decidiu, nesta segunda-feira (30), manter o nível máximo de alerta para a pandemia da Covid-19, exatamente três anos depois de ter declarado a doença como urgência de saúde pública internacional.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, seguiu as recomendações do comitê de urgência sobre a Covid-19, composto por diversos especialista, que se reuniram na última sexta-feira, de acordo com comunicado divulgado hoje.

“O diretor-geral da OMS concorda com o conselho oferecido pelo comitê em relação à pandemia de Covid-19 em andamento e determina que o evento continua a constituir uma emergência de saúde pública de interesse internacional. O diretor-geral reconhece as opiniões do comitê de que a pandemia de Covid-19 provavelmente está em um ponto de transição e agradece ao conselho do Comitê de navegar cuidadosamente por essa transição e mitigar as possíveis consequências negativas”, diz a nota oficial.

Tedros Adhanom também destacou o avanço no combate à doença. “Enquanto entramos no quarto ano da pandemia, não há dúvidas de que estamos numa situação muito melhor do que há um ano, quando a onda da Ômicron atingiu o pico”, disse.

R7

Mudança no ICMS deixará remédio mais caro a partir de fevereiro

Mudanças no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) podem deixar os remédios mais caros a partir de fevereiro. Além de alteração na base de cálculo do imposto em São Paulo, outros 12 estados aumentaram as alíquotas sobre medicamentos para 19% a 22% (veja tabela abaixo).

As associações da indústria e dos laboratórios já se mobilizaram e mandaram ofícios aos estados para tentar reverter ou suspender essas medidas.

Além do impacto do ICMS, em abril também está previsto reajuste de 10 mil medicamentos que são regulamentados uma vez por ano. Quem define os valores é o CMED (Comitê Técnico-Executivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos), que é o órgão interministerial responsável pela regulação do mercado de medicamentos, e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) exerce o papel de secretária-executiva.

Outros estados

Nos estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Sergipe e Tocantins, o aumento das alíquotas estão previstos para vigorar entre março e abril.

O presidente executivo do Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos), Nelson Mussolini, afirmou que já enviou ofício aos 12 estados. “O Sindusfarma vem fazendo gestões junto aos estados, para tentar reverter este aumento do ICMS, um absurdo tributário, repito, que, por força de lei, é repassado automaticamente para o consumido”, afirma Mussolini.

R7

Flávio Dino registra ocorrência após ser chamado de ‘ladrão’

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, registou uma ocorrência após ser chamado de “ladrão” neste domingo (29/1) em um prédio residencial, em Brasília, no Distrito Federal. Seguranças deles também foram ofendidos ao serem chamados de “cachorros do Dino”. As informações são do site Metrópoles.

Segundo a publicação, o autor das agressões verbais afirmou ainda que o ministro não tinha o direito de circular pelo prédio em que ele mora. A ocorrência foi registrada na 3ª Delegacia de Polícia, no bairro Cruzeiro.

A previsão é que a polícia ouça o suspeito nesta segunda-feira (30/1), e ele deverá responder por desacato, assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e ser liberado, já que se trata de um crime de menor potencial ofensivo.

A polícia tentou intimá-lo neste domingo, mas ele ainda não foi encontrado.

Estado de Minas

Lula gastou o dobro do que eu no cartão corporativo, diz Bolsonaro a apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia de sanção do projeto de lei (PL 1.095/2019) que aumenta pena para crimes de maus-tratos a animais.

O ex-presidente Jair Bolsonaro disse a apoiadores, nos Estados Unidos, que nunca usou seu cartão corporativo para saques e afirmou que os gastos do atual presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, em seus mandatos anteriores, foram o dobro dos seus.

“Sabe quanto eu gastei ou saquei do meu cartão particular durante quatro anos? Alguém tem ideia? Zero. Eu estou com os extratos bancários aqui”, disse Bolsonaro. O vídeo com as declarações circula em grupos de mensagens.

“Nunca paguei um picolé, nunca saquei. Podia sacar até 17 mil [reais] por mês, daria 3 mil dólares, de despesa sem prestação de conta. Nunca gastei um centavo, nunca saquei um centavo (…) O Lula, fazendo as conversões, gastou o dobro do que eu gastei.”

Nos quatro anos de seu mandato, Bolsonaro gastou R$ 27,6 milhões no cartão corporativo disponibilizado para a Presidência da República. Corrigido pela inflação do período, o valor é de R$ 32,6 milhões.

Em valores também atualizados pela inflação, Dilma Rousseff gastou R$ 42,3 milhões em um de seus mandatos e, Lula, R$ 59 milhões em seu primeiro mandato (2003-2006).

CNN Brasil

Alemanha deve doar R$ 1 bi para governo Lula, diz ministra

A ministra alemã da Cooperação Econômica e do Desenvolvimento, Svenja Schulze, disse em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que a Alemanha planeja um “programa imediato” nos primeiros 100 dias do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para doar mais € 200 milhões (cerca de R$ 1,1 bilhão) ao Brasil.

A ministra, que também é responsável pelo Fundo Amazônia, disse que a doação será voltada para a conservação de florestas e para conter as mudanças climáticas. “Vamos também cooperar em outras áreas, para ajudar a resolver o fosso social, porque temos certeza que a proteção do clima não funciona sem resolver os problemas sociais”, disse.

Schulze disse ainda estar acompanhando a situação do território Yanomami e que deve procurar as ministras Marina Silva, do Meio Ambiente, e Sonia Guajajara, dos Povos Indígenas, para tratar de formas de cooperar com o caso. A área sofre com desassistência sanitária e enfrenta casos de desnutrição severa e de malária.

Poder360

Governo do RN retém recursos do Fundeb dos municípios para pagar dívida do Estado com médicos

Os prefeitos do Rio Grande do Norte não estão nada contentes com o novo Governo Fátima Bezerra. Além de atrasar repasses constitucionais como o ICMS, IPVA e parte da arrecadação da dívida ativa que pertence aos municípios, agora é a vez de não repassar integralmente o dinheiro do FUNDEB para a educação.

A parcela da primeira semana de janeiro de 2023 ainda está em aberto. Na última quinta-feira (26), depois de sofrer ameaça de judicialização e da pressão e desgaste com os gestores municipais, o Governo prometeu pagar 50% dos mais de R$ 19 milhões da parcela obrigatória. O restante informou que só pagaria na segunda semana de fevereiro. A dificuldade, segundo o próprio Governo, foi um acordo feito com médicos, referente à outra dívida do Estado, e por isso o dinheiro (dos municípios) precisou ser usado para pagar aos profissionais da saúde da conta do Estado.

A sorte do Governo Fátima é o silêncio da oposição. Porque isso é o que podemos chamar de pedalada fiscal: usar recursos dos municípios (repasses constitucionais) para fazer caixa e pagar dívidas próprias. Além disso, ainda usa o dinheiro do FUNDEB para gastos em outra área. O melhor já começou!

Blog da Karinna

Pais de vítimas do incêndio da boate Kiss querem processar Netflix

Um grupo de pais de vítimas do incêndio da boate Kiss, em Santa Maria (RS), afirmou ao portal GaúchaZH que pretende processar a Netflix pela exibição de uma série sobre a tragédia, “Todo Dia a Mesma Noite”.

O incêndio, que completou dez anos na última sexta (7), deixou 242 mortos e mais de 600 feridos.

“Nós fomos pegos de surpresa, ninguém nos avisou, ninguém nos pediu permissão”, disse ao site gaúcho o empresário Eriton Luiz Tonetto Lopes, coordenador do grupo de pais —ele perdeu a filha Évelin Costa Lopes, de 19 anos, na tragédia.

“Nós queremos saber quem está lucrando com isso. Não admitimos que ninguém ganhe dinheiro em cima da nossa dor e das mortes dos nossos filhos”, acrescentou.

O empresário afirmou ainda que o grupo não quer nenhum dinheiro para si mesmo. “O mínimo que exigimos (…) é que uma parte do lucro seja repassada para tratamento de sobreviventes e para a construção do memorial da Kiss.”

Um grupo formado por cerca de 40 famílias contratou a advogada Juliane Muller Korbm para representá-las no caso contra a Netflix.

À CNN, Juliane afirmou que as famílias se queixam da exploração comercial da tragédia pela plataforma de streaming, “que sequer teve a sensibilidade de informá-los que uma série dramática seria produzida”.

Antes da formalização de uma representação judicial, o grupo de familiares orientado pela advogada pretende dialogar com a Netflix.

Ainda segundo a advogada, os familiares integrantes do grupo não solicitaram nenhum tipo de indenização à plataforma de streaming.

Um outro grupo que forma a Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de SM (AVTSM) informou que não tem relação com o caso. Em nota, a Associação informou que estava ciente de que a produção estava sendo realizada com base nos personagens do livro “Todo dia a mesma noite: a história não contada da Boate Kiss”, de Daniela Arbex.

Confira a íntegra da nota da AVTSM:

Perante a divulgação em inúmeros veículos da imprensa acerca de um processo contra a empresa Netflix em função da série “Todo o dia a mesma noite”, a Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da tragédia de Santa Maria esclarece através dessa nota que estávamos sim cientes que a produção estava sendo realizada com base nos personagens do libro “Todo dia a mesma noite: a história não contada da Boate Kiss”, de Daniela Arbex, e sente-se representada por ela bem como pelo livro da autora.

O serviço de streaming ainda não se manifestou sobre o caso.

Com informações de O Antagonista e CNN Brasil

Homem encontra pintura coberta por fezes de pássaros, paga R$ 3 mil e fatura R$ 15 milhões em leilão

Uma vez abandonada em um galpão de fazenda, uma pintura redescoberta do barroco pintor belga Anthony van Dyck foi vendida por mais de US$ 3 milhões em um leilão, equivalentes a cerca de R$ 15 milhões.

A peça encontrada foi um estudo para uma pintura posterior produzida pelo mestre flamengo chamada “São Jerônimo”.

A pintura final está atualmente no Museu Boijmans van Beuningen em Rotterdam, na Holanda.

O estudo, que retrata um homem mais velho nu sentado em um banquinho, é único por alguns motivos, de acordo com a descrição da sociedade de vendas por leilão Sotheby’s.

É um dos dois únicos grandes estudos que van Dyck criou a partir de modelos vivos. Provavelmente foi pintado entre 1615 e 1618, de acordo com a Sotheby’s, enquanto van Dyck era um jovem artista que trabalhava ao lado de Peter Paul Rubens na Antuérpia.

A pintura a óleo também tem uma proveniência inesperada. O estudo só recentemente foi identificado como uma obra de van Dyck, disse a Sotheby’s em um comunicado compartilhado com a CNN.

A peça foi descoberta no final do século 20 em um galpão de fazenda em Kinderhook, Nova York, coberta em excrementos de pássaros.

“A pessoa que o encontrou, Albert B. Roberts, era um colecionador apaixonado de peças “perdidas”, descrevendo sua coleção como ‘um orfanato para arte perdida que sofreu negligência’”, disse a casa de leilões.

Roberts comprou a pintura abandonada por apenas US$ 600, cerca de R$ 3 mil, de acordo com a Sotheby’s.

Mas logo depois, a historiadora de arte Susan J. Barnes publicou um artigo no qual reconheceu a peça como uma obra “surpreendentemente bem preservada” de van Dyck.

A pintura foi vendida por US$ 3,1 milhões na última quinta-feira (26) – equivalentes a R$ 15,84 milhões

A obra foi oferecida à Sotheby’s pelo espólio de Roberts e uma parte dos lucros beneficiará a Albert B. Roberts Foundation, que fornece apoio financeiro a artistas e outras instituições de caridade, de acordo com a casa de leilões.

O estudo foi vendido como parte da venda “Master Paintings Part I” da Sotheby’s Thursday , que também incluiu obras de Agnolo Bronzino, Titian e Melchior de Hondecoeter.

CNN Brasil

VÍDEO: Pessoas mergulham e tomam banho no Lago Azul, em Parnamirim, mesmo após alerta do Idema

Ao que parece, algumas pessoas não levaram a sério a recomendação do Idema e da Caern sobre o Lago Azul e o risco que a água, apesar de parecer limpa, pode representar. Em vídeo divulgado pelo repórter fotográfico/videomaker Ney Douglas, no Instagram, é possível ver algumas pessoas tomando banho (mergulhando e nadando) na água que se formou durante uma obra de estação elevatória para esgotos, em Parnamirim.

Nesta semana, matérias sobre o Lago Azul viralizaram em todo o Rio Grande do Norte e até em estados vizinhos, com muitas pessoas já defendendo a utilização do espaço como ‘point’ no verão. A questão é que a Caern iniciou um trabalho de análise da água do local e, até esse trabalho ser concluído, a recomendação é que não se tome banho ou use aquela água.

96 FM Natal

Rogério Marinho diz que fará CPI do 8 de Janeiro se eleito

O senador eleito e candidato a presidente da Casa Alta, Rogério Marinho (PL-RN), disse que, se for eleito em 1º de fevereiro, assinará a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar os ataques do 8 de Janeiro.

Em evento neste sábado (28), em Brasília, em que foi oficializado o apoio de PP e Republicanos ao seu nome, ele criticou o atual governo que, segundo ele, antes era favorável às investigações e agora passou a ser contra.

É evidente que houve falha na segurança. A senadora Soraya [Thronicke] está propondo uma CPI. Acho que é o instrumento adequado para averiguarmos quais foram as falhas por ação ou omissão de uma forma geral. Não se pode fazer investigação seletiva. Estamos vendo um governo que, em um 1º momento, estava favorável à CPI. Agora, o presidente Lula e o [senador] Randolfe [Rodrigues] dizem que não é necessário. Estamos prontos para assinar uma CPI ampla”, afirmou.

Portal Grande Ponto com informações de Poder 360

VÍDEO: Menina de 5 anos sai ilesa ao ser atingida por carro conduzido por motorista bêbado

Câmeras de segurança registraram o momento em que uma menina, de 5 anos, foi atingida por um carro desgovernado, na tarde de sábado (28), na região central de Bonito (MS) – a 296 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a Polícia Militar, o motorista estava bêbado. Ele também atropelou um motociclista que passava pelo local.

Pelas imagens, é possível ver que o motorista invade a pista contrária e atropela um motociclista. Segundos depois, o motorista invade uma autoescola e, por pouco, não feriu gravemente a menina, que aparece brincando atrás de um vaso de plantas, na entrada do estabelecimento.

video

 

A batida foi tão forte que o veículo quebrou a porta de vidro da autoescola, atingiu um sofá e parou no meio da recepção. O carro ficou com a frente totalmente destruída.

Pelo vídeo, é possível ver ainda que, quando o carro invade a autoescola, a menina se levanta assustada e corre para os braços do pai.

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram acionados e estiveram no local do acidente. O suspeito fez teste do bafômetro, que resultou em 0,95 mg/l. Ele foi preso em flagrante.

Ao g1, a PM informou que o motorista provavelmente dormiu ao volante no momento do acidente. Em depoimento, o suspeito disse não se lembrar de nada e que estava bebendo desde às 10h com amigos.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a menina foi atingida por alguns estilhaços de vidro, mas não teve ferimentos graves. O motociclista foi encaminhado para o hospital da cidade com escoriações na perna.

g1

Após manifestação da PGR, Moraes nega pedido para suspender posse de 11 deputados suspeitos de incentivar atos no DF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou neste domingo (29/1) a ação que pretendia suspender a posse de deputados bolsonaristas supostamente envolvidos nos atos golpistas de 8 de janeiro.

Acusado de agressão sexual, Daniel Alves joga futebol na prisão pela primeira vez, e funcionários param para assistir

Detido em Barcelona desde o dia 20 após ter sido acusado de agredir sexualmente uma jovem de 23 anos, Daniel Alves está se adaptando as atividades da prisão. Segundo o jornal espanhol La Vanguardia, o brasileiro de 39 anos se animou para jogar uma partida de futebol com seus companheiros no Centro Penitenciário de Brians 2, na última quinta feira.

Ainda de acordo com o portal, funcionários, profissionais externos, pessoal da direção e todos os internos do módulo ficaram sabendo da partida e pararam para assistir Daniel Alves jogar. A movimentação foi tanta que as autoridades do Centro Penitenciário decidiram colocar uma tela que impedisse a visão dos vizinhos do jogador.

O intuito da tela era para que a prisão voltasse a normalidade, os vizinhos do jogador retornassem às suas atividades e Alves continuasse jogando futebol sem tantos torcedores entusiasmados. Esta foi a primeira vez que o ex-lateral direito do Pumas encostou em uma bola desde que foi preso.

Na quinta e na sexta-feira, Daniel Alves recebeu a visita de seu novo advogado, Cristóbal Martell, e de seu sócio, Arnau Xumetra, para preparar sua defesa do caso. Contudo, o jogador terá que lidar com evidências que pesam contra sua versão dos fatos. Da contradição no depoimento aos vídeos divulgados pela boate, confira o que pode pesar contra o jogador.

O Globo

Nunca um governo deu tanta atenção aos indígenas, diz Bolsonaro

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) disse neste sábado (28), em seu perfil nas redes sociais, que “nunca um governo dispensou tanta atenção e meios aos indígenas” como o dele. A mensagem é resposta às acusações de que sua gestão seria responsável pela emergência de saúde pública no território Yanomami.

No mesmo post, o ex-chefe do Executivo anexou o relatório de uma CPI (comissão parlamentar de inquérito) destinada a investigar a morte de crianças indígenas por subnutrição de 2005 a 2007.

A comissão atuou de fevereiro a junho de 2008 e teve Vicentinho Alves (PR-TO) como relator.

O relatório acusou desnutrição entre crianças indígenas e afirmou que a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e a Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas) tinham grave restrição de recursos humanos e problemas operacionais.

Sobre o povo Yanomami em Roraima, a CPI também reportou crescimento dos casos de malária e outras doenças por causa da falta de recursos e atrasos no pagamento dos salários das equipes responsáveis.

“A experiência obtida no Mato Grosso do Sul foi levada a outras regiões e atualmente a Funasa, por meio das suas equipes de vigilância alimentar e nutricional, acompanha o desenvolvimento de 24 mil crianças indígenas no Brasil inteiro”, disse. Pontuou que, na época, as principais deficiências estavam nas comunidades de difícil acesso localizadas na região Norte.

ENTENDA

O Ministério da Saúde declarou emergência de saúde pública no território Yanomami brasileiro. A área sofre com desassistência sanitária e enfrenta casos de desnutrição severa e de malária. A portaria foi publicada na 6ª feira (20.jan) em edição extra do DOU (Diário Oficial da União).

Na mesma edição do DOU, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criou um comitê para enfrentar a situação sanitária em território Yanomami. O chefe do Executivo visitou a região no sábado (21).

Em visita a Boa Vista (RR), Lula anunciou medidas emergenciais para enfrentar a crise sanitária da etnia. Médicos e enfermeiros da força nacional do SUS começaram a reforçar o atendimento aos indígenas a partir desta 2ª feira (23).

Na ocasião, o presidente afirmou que o grupo é tratado de forma “desumana” em Roraima. “Tive acesso a umas fotos nesta semana. Efetivamente me abalaram porque a gente não pode entender como o país que tem as condições do Brasil deixar indígenas abandonados como estão aqui”, declarou.

Lula também criticou o ex-presidente Bolsonaro e afirmou que “se ao invés de fazer tanta motociata, ele [Bolsonaro] tivesse vergonha na cara e viesse aqui uma vez, quem sabe povo não estivesse tão abandonado”.

No domingo (22), os deputados do PT acionaram o MPF (Ministério Público Federal) para pedir a instauração de uma investigação criminal para apurar a atuação das autoridades do governo Bolsonaro no território. O documento é uma representação criminal pela desassistência sanitária e desnutrição severa da população.

A senadora diplomada Damares Alves, ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Franklimberg Ribeiro de Freitas e Marcelo Augusto Xavier da Silva, ex-presidentes da Funai, também são alvos da petição.

Além disso, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB-MA), determinou na segunda-feira (23) que a PF (Polícia Federal) investigue a suposta prática de crimes de genocídio, omissão de socorro e de crime ambiental contra o povo indígena Yanomami em Roraima.

O STF (Supremo Tribunal Federal) comunicou, na sexta-feira (27), que diversas decisões em favor dos Yanomamis foram descumpridas pelo governo federal e outras entidades nos últimos 3 anos. Também falou em indícios de prestação de informações falsas à Justiça, que devem ser apuradas.

As medidas foram propostas pela Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil), em julho de 2020, e acatadas pela Corte, com exceção da retirada de supostos invasores do território.

Poder360