Coronel Azevedo chama de “criminosa” proposta de desmilitarização da PM: “é o cúmulo da maldade”

Com mais de trinta anos de trabalho na Polícia Militar, O deputado estadual Coronel Azevedo criticou a governadora Fátima Bezerra pela proposta aprovada na II Conferência Estadual de Segurança Pública e de Defesa Social do RN e que prevê a desmilitarização da PM no Rio Grande do Norte. “É o cúmulo da maldade. Isso é atitude criminosa de viés ideológico”, afirmou durante sessão ordinária nesta terça-feira, 22, na Assembleia Legislativa.

Ainda de acordo com o parlamentar, Fátima quer “transformar a Polícia Militar em uma força partidária” e lembrou do apoio de facções criminosas ao PT durante as eleições de 2018 em que a governadora foi eleita. “Ela traz a opção pelo direito daqueles que infringem a lei. Só falta agora Fátima mandar prender a polícia e soltar os bandidos. Não, não vamos aceitar”, criticou.

Coronel Azevedo declarou que “a sociedade repudia mais esse ato da pior governadora do Brasil” e cobrou postura dos gestores da Segurança Pública estadual quanto à proposta aprovada. “Qual a posição do sistema de segurança pública? Quem cala, consente. Eu não vou me calar”, ressaltou.

VÍDEO: Em discurso para líderes mundiais, Bolsonaro destaca “política de tolerância zero” contra o crime ambiental; veja

Apesar do caráter virtual, a sede da ONU em Nova York receberá um representante de cada país. Cerca de 200 pessoas estão fisicamente presentes, o que equivale a 10% da capacidade de ocupação da estrutura. ASSISTA ACIMA A PARTIR DE 19 MINUTOS E 50 SEGUNDOS.

Assim como em 2019, quando discursou pela primeira vez na ONU, Bolsonaro deve falar sobre a Amazônia e as políticas ambientais do seu governo. Cada país-membro tem até 15 minutos para os discursos. Após a fala do presidente brasileiro, Donald Trump, Tayyip Ergodan e Xi Jinping – líderes dos Estados Unidos, Turquia e China, respectivamente – ocuparão a tribuna virtual.

“O presidente vai tocar na Amazônia. A princípio vai mostrar aquilo que estamos fazendo. Temos ainda a criação do Conselho [da Amazônia], a criação da operação Verde Brasil 2, um esforço do governo em combater as ilegalidades, o que não é simples, não é fácil e elas continuam a ocorrer, infelizmente”, afirmou a jornalistas, nesta segunda-feira (21), em Brasília, o vice-presidente Hamilton Mourão. Ele coordena as ações do governo brasileiro no combate ao desmatamento e às queimadas na Amazônia.

Agência Brasil

Ministério da Saúde aprova estudo da CBF para volta de 30% do público no Brasileiro

O Ministério da Saúde aprovou o estudo enviado pela CBF para a volta de até 30% do público aos estádios do Brasil, nos jogos do Campeonato Brasileiro da Série A, a partir de outubro.

Segundo a reportagem apurou, a entidade já recebeu o aval do órgão, através de ofício do Ministro Eduardo Pazuello, que endereçou documento ao presidente Rogério Caboclo.

A única exigência é que cada município ou estado adote a sua política sanitária e um protocolo de saúde. A CBF entende que a liberação deve ser feita de forma uniforme em todo o Brasil.

O processo de liberação para a volta parcial do público aos estádios de futebol do Rio terá novos capítulos essa semana no Rio. Depois de a Prefeitura do Rio anunciar na última sexta-feira que pretende ter 20 mil pessoas no Maracanã em outubro, autoridades municipais, estaduais e federais se encontram na próxima quinta-feira para avaliar os dados apresentados pela CBF ao Ministério da Saúde.

O documento leva em consideração o que foi enviado pela CBF. Mas a entidade ainda tem sua participação aguardada na reunião. A Comissão Médica da CBF ainda não foi convidada para tratar do assunto.

Vale lembrar que decreto de sábado do governador em exercício, Claudio Castro, ainda proíbe o público em eventos no Rio até o dia seis de outubro.

O Globo

Acordo entre WhatsApp e TSE vai prever chat de denúncias e figurinhas sobre voto consciente

Em 2018, durante as eleições, o WhatsApp teve papel central na forma de se comunicar das candidaturas.

Políticos contaram com o disparo de mensagens para turbinar suas campanhas. Candidatos com menos recursos apostaram no aplicativo para se tornarem conhecidos.

As eleições daquele ano, porém, terminaram com a constatação de que o WhatsApp foi campo fértil para a disseminação de notícias falsas e propagandas irregulares.

Ainda hoje há ações judiciais e até uma CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) das Fake News apurando a atuação irregular de grupos políticos e empresas no âmbito do aplicativo de mensagens.

O WhatsApp tenta, agora, coibir com mais força a atuação irregular dentro da sua plataforma no país. Em janeiro, criou o cargo de diretor de políticas públicas para o Brasil, assumido pelo advogado Dario Durigan, 36.

Nos próximos dias, o aplicativo vai assinar em parceria com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) um memorando de entendimento que criará dois canais oficiais do tribunal: um para informações aos eleitores e outro para denúncia de irregularidades.

“O WhatsApp vem oferecer o que há de mais robusto que é possível oferecer à autoridade eleitoral. Aqui há um caráter de ineditismo, no mundo, dessa parceria do WhatsApp com uma autoridade eleitoral de cúpula”, diz Durigan em entrevista à Folha.

Haverá também a produção de stickers, popularmente conhecidos como figurinhas, com informações sobre as eleições e estimulando causas como a participação de jovens e mulheres.

O aplicativo de mensagens, segundo Durigan, investiu em ações contra disparos em massa e disseminação de fake news.

[Estamos] fortalecendo as parcerias com checadores de fato, com órgãos de imprensa”, diz. “Também com incentivo para os usuários checarem informações antes de compartilhar.”

O WhatsApp, empresa que pertence ao Facebook, tem 120 milhões de usuários no Brasil e 2 bilhões no mundo todo. Está presente em 180 países.

FOLHAPRESS

Caixa d’água cai sobre trabalhador em cidade do RN

Uma caixa d’água de aproximadamente 5 metros de altura desabou na tarde desta segunda-feira (21) enquanto estava sendo demolida. O acidente aconteceu na comunidade de Patané, zona rural de Arez, a 58 km de Natal. Ninguém se feriu.

Nas imagens divulgadas nas redes sociais, é possível ouvir o barulho similar ao de uma britadeira – equipamento utilizado na construção civil para quebrar e perfurar concreto. Também é possível ver dois homens próximos a uma coluna de sustentação da estrutura. Em seguida, a caixa d’água desativada desaba, formando uma densa cortina de poeira.

De acordo com moradores ouvidos pela reportagem, a caixa d’água apresentava problemas estruturais e estava inclinando em direção às residências. Os moradores solicitaram a demolição do reservatório, que não era mais usado, ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Arez.

A demolição começou ainda na semana passada, pela parte superior. Segundo os moradores, durante o fim de semana, uma equipe de engenharia tentou derrubar a estrutura usando tratores e cabos de aço. Não funcionou. Nesta segunda-feira, uma nova equipe chegou ao local para seguir o trabalho de demolição.

Caixa d'água cai sobre trabalhador em Arez — Foto: Google Maps

Caixa d’água cai sobre trabalhador em Arez — Foto: Google Maps

Por volta das 16h, quando um funcionário usava uma espécie de britadeira numa coluna de sustentação, a estrutura foi ao solo. Apesar da imagem impressionante, o trabalhador e o supervisor da obra conseguiram escapar ilesos do acidente.

A produção da Inter TV Cabugi conversou por telefone com o funcionário que trabalhava na obra. Ele confirmou que usava um martelete elétrico e que seguia orientações de um engenheiro. O homem, que não quis se identificar, disse que conseguiu escapar porque, ao perceber que a estrutura estava desabando, correu. O outro homem que estava no local, que seria o engenheiro, também escapou da mesma forma. Nenhum dos dois se feriu.

A reportagem tentou contato com o SAAE de Arez, mas até o momento não teve retorno.

Mais de 40% dos eleitores do RN são analfabetos, não foram à escola ou não terminaram ensino fundamental

Mais de 40% dos eleitores aptos a votar nas Eleições 2020, no Rio Grande do Norte, são analfabetos, pessoas que não passaram por educação formal, mas sabem ler e escrever, ou aquelas que não terminaram o ensino fundamental. Ao todo, são mais de 1 milhão de pessoas dentro desses grupos.

Somente os analfabetos são 159.889 pessoas, que representam 6,53% dos eleitores potiguares. Outras 264.308 pessoas, que representam mais de 10% do eleitorado, declararam à Justiça eleitoral que, apesar de não terem passado por educação formal, sabem ler e escrever o próprio nome e outras palavras.

Já o grupo de potiguares que foram à escola, mas não terminaram o Ensino Fundamental é composto por 627.485 pessoas. Sozinho, esse grupo representa um quarto do eleitorado do estado.

Escolaridade dos eleitores do Rio Grande do Norte
Dados dos eleitores aptos a votar para prefeito e vereador em 2020

Os dados são Tribunal Superior Eleitoral e fazem parte das estatísticas das Eleições 2020. Os eleitores que terminaram o ensino fundamental, mas não têm formação básica completa, até o 3º ano do ensino médio somam quase 460 mil pessoas. Dos mais de 2,4 milhões de eleitores potiguares, 936 mil têm formação básica completa.

Para o cientista político Bruno Oliveira, os números apresentam um grande desafio: ao mesmo tempo em que nenhum cidadão pode ser excluído do processo democrático, o analfabetismo ou o analfabetismo funcional podem ser prejudiciais ao próprio eleitor e à democracia.

“É um problema não só do Rio Grande do Norte, mas do Brasil como um todo, que tem um grande número de eleitores analfabetos funcionais. São pessoas que até sabem escrever o próprio nome, outras palavras, mas têm dificuldade de separar ironia, opinião, fato. Isso é um grande desafio para a democracia, especialmente com a onda das ‘fake news'”, considerou.

“A internet está ficando mais acessível, porém, uma boa parte das pessoas não tem muito discernimento, e isso se dá muitas vezes por essa pouca instrução. Isso acaba impactando em todos os aspectos da nossa vida e também nas eleições”, ressalta.

Para o cientista político, além de ter mais facilidade em ser enganado, o eleitor muitas vezes acaba sendo usado como “inocente útil” na disseminação de notícias falsas. E depois que elas são espalhadas, é muito mais difícil de serem desmentidas. O combate, portanto, tem que passar pela educação.

Rússia registrará segunda vacina contra covid-19 até 15 de outubro

A Rússia espera registrar uma segunda vacina em potencial contra a Covid-19 até o dia 15 de outubro, disse a agência de notícias TASS citando o órgão regulador russo de segurança do consumidor Rospotrebnadzor nesta terça-feira (22).

A vacina foi desenvolvida pelo Instituto Vector, da Sibéria, que concluiu o estágio inicial de testes em humanos na semana passada.

A Rússia registrou sua primeira candidata a vacina, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou, em agosto. Os testes em estágio avançado desta candidata com pelo menos 40 mil pessoas estão em andamento.

Agência Brasil

Em conferência estadual, desmilitarização da Polícia Militar é proposta para melhoria da segurança pública do RN

O Agora RN destaca nesta terça-feira(22) que a desmilitarização da Polícia Militar com a adoção da perspectiva de polícia comunitária foi a primeira das 98  propostas aprovadas como melhorias para segurança pública potiguar ao final da II Conferência Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte, evento realizado virtualmente entre os dias 16 e 18 deste mês.

Segundo a reportagem do Agora RN, o evento, que é considerado um instrumento de democratização para contribuir com a formulação da Política e  Plano Estadual de Segurança Pública e de Defesa Social – PESP,  foi coordenado pelo vice-governador Antenor Roberto. Como próximo passo na discussão, uma audiência pública na Assembleia Legislativa.

Veja matéria completa aqui.

Risco de ‘tsunami’ no Rio Grande do Norte

Não se trata de propagar o pânico. Entretanto, análise de risco, a partir de fontes cientificas, admite a possibilidade remota de um “tsunami” atingir o nordeste do Brasil, e, particularmente, o Rio Grande do Norte.

Na última sexta feira, 18, verificou-se tremor de magnitude 6.9 na “escala Richter”, nas proximidades do arquipélago São Pedro e São Paulo, que significa risco de destruição num raio de até 100 quilômetros. A confirmação foi do Laboratório Sismológico da UFRN (LabSis/UFRN).

Registrou-se o epicentro a aproximadamente 816 km a nordeste de Fernando de Noronha, 1.184 km a nordeste de São Miguel do Gostoso (RN), 1.193 km a nordeste de Natal, 1.338 km a norte-nordeste de Recife e 1.405 km a nordeste de Fortaleza.

Eventos desse tipo podem eventualmente originar “tsunami”, desde que alcancem a magnitude entre 7 e 7.9 graus e o movimento na falha geológica seja do tipo reverso, o que causaria levantamento, ou afundamento brusco do soalho oceânico. São propícios à destruição de edifícios, produzem fendas e danificação de toda tubulação contidas no subsolo.

Além de 8 graus, os eventos destroem pontes e construções existentes. Hipoteticamente, se houvesse um terremoto de 12 graus, a terra seria partida ao meio.

A magnitude de tais fenômenos é medida pela “escala Richter”, que expressa as consequências de cada terremoto, ou tsunami.

O Rio Grande do Norte é o estado mais exposto, por localizar-se em seu território a maior falha geológica do Brasil, que tem extensão de 38 km por 4 km de largura e corta os municípios de Parazinho, João Câmara, Poço Branco e Bento Fernandes, com profundidade de 9 km. Essa falha denominada de “Samambaia” é a ruptura de blocos de rochas, que acumulam energia e podem liberar essa energia, causando terremotos e até “tsunamis”.

Um dos eventos sísmicos de maior proporção no Brasil teve a denominação do “sismo de João Câmara”, ocorrido no Rio Grande do Norte e consistiu numa série de abalos, no ano de 1986. O terremoto principal foi no dia 30 de novembro, com magnitude de 5.1, seguido por milhares de réplicas. Um dos tremores alcançou a cidade de Natal, no grau 4.3 na Escala Richter.

Recentemente, no final de agosto, pessoas saíram às ruas em Amargosa, no estado da Bahia ”, face as notícias de casas abaladas e rachadura vertical na Igreja de um distrito. De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos confirmou-se tremor de terra, que alcançou 4.6 na escala Richter, tendo sido o maior abalo sísmico no Estado, tanto pela magnitude, como em extensão, cerca de 400 km² de raio, atingindo parte do Recôncavo.

No mesmo horário da Bahia, a terra balançou na região de Pedra Preta, no RN (magnitude 2.2).

NEY LOPES / DIÁRIO DO PODER

MPF avança nas investigações de suposto esquema de corrupção na aquisição de respiradores pelo Consórcio Nordeste e prefeitura em SP vira alvo

O MPF avança nas investigações de um suposto esquema de corrupção na aquisição de respiradores pelo Consórcio Nordeste, grupo criado por governantes da região para atuar no combate à pandemia de coronavírus.

O secretário do consórcio é o ex-ministro petista Carlos Gabas. Segundo o MPF, a prefeitura de Araraquara (SP), governada pelo petista Edinho Silva, teria sido beneficiada por 30 respiradores exigidos como “propina” pelo fechamento do negócio. Gabas teria participação na negociata.

Segundo o MPF, “o Consórcio Nordeste firmou contrato com a empresa Hempcare Pharma Representações LTDA para o fornecimento de 300 respiradores, mas, para viabilizar a negociação, teria exigido a doação de 30 respiradores ao município de Araraquara”.

A investigação se concentra no fato de que a “suposta vantagem indevida seria recebida por agentes públicos do município”.

Veja 

China recebe primeira carga de melão exportado do RN

Fotos: Divulgação/Assessoria de Imprensa Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN

O Ministério da Agricultura divulgou este final de semana, a chegada da primeira carga de melão exportado pelo Rio Grande do Norte para a China. A carga somou no total, cerca de três toneladas de melão pele de sapo produzidos no município de Mossoró/RN.

Em janeiro deste ano, o Estado recebeu a comitiva chinesa, que com o apoio do IDIARN, inspecionou o melão produzido no RN. Durante os cinco dias de visita foram realizadas diversas atividades, como a inspeção do trânsito vegetal verificando a documentação exigida por lei, que comprova a eficácia dos procedimentos e do trabalho de fiscalização realizado pelo IDIARN.

“Esta conquista, que vinha sendo pautada há muitos anos, foi garantida devido a dedicação de todo o corpo técnico do IDIARN e do apoio do Governo do Estado. Comprovando que o trabalho que a gente faz no Instituto, de fiscalização do trânsito e nas propriedades produtoras, com equipe técnica sempre presente, acompanhando os produtores, com todos os procedimentos que os chineses exigem, foi bem feito e, agora, reconhecido”, explicou Magnos Lacerda, diretor de Defesa e Inspeção Sanitária Vegetal do IDIARN.

O Rio Grande do Norte é um dos maiores produtores de melões do país e já possui acordo de exportação com países como Estados Unidos, Chile, Argentina, Holanda, Portugal, Dubai, Rússia, Alemanha e Espanha.

EMPREGO: Grupo Guararapes vai abrir 1.369 novas vagas no RN

O Grupo Guararapes vai gerar a partir de outubro 1.369 novas vagas de emprego no Rio Grande do Norte. O anúncio foi feito pelo presidente do Grupo, Flávio Rocha, na ocasião do lançamento do RN Cresce +, plano multisetorial do Governo do RN de incentivo à economia, na tarde desta segunda-feira (21).

“O RN tem vocação natural para a cadeia têxtil, podemos transformar a nossa realidade levando prosperidade para o Estado. Anuncio agora que vamos gerar mais 1.369 empregos a partir de outubro”, afirmou Flávio Rocha que participou do evento de forma virtual.

Sobre o plano governamental, Flávio disse que é “um marco para recuperar nossa capacidade competitiva. Renova capacidade de luta para disputar espaço na economia neste momento pós-Covid-19″.

TST concede reajuste a funcionários e determina fim da greve dos Correios

O Tribunal Superior do Trabalho decidiu em julgamento realizado nesta segunda-feira encerrar com a greve dos funcionários dos Correios, que acontece desde o dia 17 de agosto. De acordo com a decisão de hoje, os empregados devem voltar ao trabalho amanhã, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia.

A decisão de hoje representou também uma derrota parcial à estatal, já que ficou mantida a cláusula que prevê a Correção monetária de 2,6% dos salários. Os trabalhadores, no entanto, pediam uma reposição salarial de 5%.

Além do reajuste, a corte determinou que não houve abusividade no movimento grevista.

Por outro lado, os ministros decidiram seguir a jurisprudência trabalhista e haverá um desconto salarial referente a metade dos dias de greve e nos demais dias haverá compensação.

Cláusulas sociais mantidas

O principal imbróglio do julgamento foi em relação à manutenção dos benefícios. A estatal pretendia retirar mais de 70 itens concedidos historicamente aos funcionários.

A relatora do caso, ministra Kátia Arruda, votou para que todos os benefícios fossem mantidos. Mas acabou vencida.

Prevaleceu a tese divergente apresentada pelo ministro Ives Gandra Filho, que conta com a simpatia do presidente Jair Bolsonaro. O fim da greve era defendido pelo ministro das Comunicações Fabio Faria e pelo presidente dos Correios, Floriano Peixoto. Ambos afirmaram que a retirada dos benefícios era necessária para manter a sustentabilidade da empresa.

Em um voto com mais de 100 páginas, a ministra destacou ainda que em anos de corte trabalhista essa foi a primeira vez que viu uma empresa propor retirar todas as cláusulas e direitos.

A ministra disse ainda que apesar de os Correios alegarem problemas econômicos com a manutenção dos direitos há informações da própria estatal que mostram que ela teve aumento da demanda durante a pandemia.

Ives Gandra, ao apresentar a divergência, propôs que fossem mantidas nove cláusulas que a empresa já aceitaria e mais 20 cláusulas que tratam de benefícios sociais, que não representam impacto financeiro para a estatal.

Houve ainda uma alteração na cláusula que trata do plano de saúde e vale alimentação. A relatora defendeu mudar o verbo de que a empresa “pode” oferecer o benefício para que a estatal “deve” garanti-lo.

Benefícios silimares a CLT

Entre os benefícios que serão alterados está a remuneração das férias. Atualmente, os funcionários recebem 2/3 de adicional ao salário. A CLT garante ao trabalhador 1/3 de incentivo no período de descanso. Segundo os Correios, a economia prevista com a revisão será de mais de 600 milhões de reais ao ano.

A licença maternidade também vai mudar. Atualmente, a licença é de 180 dias e a proposta com a retirada da cláusula é passar para 120 dias como trabalhadores do regime CLT.

Dificuldade de negociação

Em seu voto, a ministra Kátia Arruda, destacou a intransigência dos Correios em aceitar os acordos anteriormente propostos pela Justiça do Trabalho.

“Não houve uma negociação coletiva, já que a postura da empresa desde o início, incluindo nas esferas extrajudiciais, foi de absoluta resistência”, declarou. No último dia 11, a magistrada propôs um acordo. Os funcionários sinalizaram disposição em negociar, mas a estatal não.

“Houve uma patente conduta negativista para negociar por parte da empresa, eu com trinta anos na justiça do trabalho jamais tinha vivenciado uma conduta assim”, afirmou.

Justificativa de estatal

Em entrevista à coluna na semana passada, o presidente dos Correios, general Floriano Peixoto, afirmou que a proposta feita pela estatal —de extinção de mais de 70 benefícios— estimava uma economia na ordem de R$ 800 milhões por ano.

Questionado se essa economia é necessária, já que a empresa vem registrando lucro nos últimos anos, Floriano afirmou que, apesar dos números positivos nos últimos anos, há um passivo de R$ 2,4 bilhões a ser saldado. “Os resultados positivos recentes têm reduzido esse déficit, e a nossa expectativa é a de acelerar esse processo”, disse.

Floriano destacou ainda que os benefícios que a empresa queria extinguir foram concedidos em momentos diferentes do atual, tanto para a empresa como para o Brasil. “Para os Correios é inviável, hoje, manter em patamar tão elevado suas despesas com pessoal, pois a transformação do mercado e dos hábitos de consumo da sociedade demanda investimentos que a empresa não tem realizado a contento”, diz.

UOL

Brasil registra 3.887.199 pessoas recuperadas da covid-19

O Brasil registrou nesta segunda-feira (21), mais 35.972 pacientes recuperados do coronavírus, totalizando 3.887.199 pessoas curadas da doença.

A quantidade de pessoas curadas no Brasil já é sete vezes superior ao número de casos ativos (533.597), que são os pacientes em acompanhamento médico.

O registro de pessoas curadas já representa 85,3% do total de casos acumulados.

INSS afirma que 149 peritos voltaram ao trabalho nesta 2ª; eram esperados 486

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) informaram hoje que 149 peritos médicos federais retomaram os atendimentos em 57 agências da Previdência Social em todo o país. Ao todo, segundo o governo, foram realizadas 1.376 perícias presenciais apenas nesta segunda-feira (21).

“Esses atendimentos ocorreram em 57 agências com perícia médica, das 100 que já estavam com a agenda aberta desde quinta-feira passada. Mais 50 agências foram consideradas aptas ao retorno na última sexta-feira (18) e terão agendas a partir de amanhã (22). O total, portanto, de agências aptas é 150. Há 486 peritos que deveriam ter retornado ao trabalho nesta segunda-feira. Ainda não há recorte regional consolidado”, informa nota conjunta da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e do INSS.

Agências do INSS foram reabertas para atendimento presencial no início da semana passada. Entretanto, os médicos peritos decidiram não retomar as atividades por considerar que não havia segurança para o trabalho devido à pandemia de covid-19 e todas as perícias médicas agendadas foram suspensas até a adequação das agências. A Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP) chegou a informar que faria sua própria inspeção nas agências hoje, para verificar o cumprimento dos requisitos de segurança sanitária.

Segundo normas expedidas pelo governo federal, as pessoas que forem às agências devem usar máscaras e ter a temperatura corporal aferida por meio de termômetro infravermelho. Se for constatada temperatura acima de 37,5 graus, o segurado não poderá nem sequer entrar na agência e ainda será orientado a procurar um serviço médico.

As orientações incluem chegar pouco antes do horário marcado, para evitar a formação de filas, e manter o distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas. Entre os serviços que poderão ser realizados presencialmente estão o cumprimento de exigência, avaliação social, justificação administrativa ou social (caso em que a pessoa precisa levar um documento para comprovar tempo de serviço que não está no cadastro oficial), reabilitação profissional, além da perícia médica.

UOL

VÍDEO: Pastor xinga mulher sem saber que estava ao vivo

Um vídeo com o trecho de uma transmissão ao vivo de um pastor vem causando revolta nas redes sociais. Sem saber que já estava ao vivo, ele se levanta, dá um tapa em algo e xinga a mulher que o está auxiliando.

Segundo publicações especializadas em notícias gospéis, o homem que aparece no vídeo é o pastor Edson Araújo, da igreja Deus é Amor, de São Paulo. Já a mulher seria a esposa dele, identificada como Debora.

A transmissão já havia iniciado quando ele, incomodado com o ângulo da câmera, se levanta. É possível ouvir o barulho de um tapa e ver que a câmera balança. Não fica claro se o tapa foi nela ou em um objeto. No entanto, a agressão verbal é nítida.

“Que saco, merda. Arruma as coisas direito, imbecil. Arruma o negócio direito”, esbraveja ele.

Em seguida o pastor volta a sentar e inicia a live. “Aceitem a paz do senhor”, diz.

G1

Novo programa social do Governo Federal será apresentado na segunda com investimento de até R$ 40 bi

O governo negocia com o Congresso uma forma de financiar a criação de um novo programa social — que não deve se chamar mais Renda Brasil — sem reduzir gastos com outros benefícios, nem afetar o salário mínimo , aposentadorias ou recursos para saúde e educação.

A ideia é liberar entre R$ 30 bilhões e R$ 40 bilhões por meio da desvinculação de recursos que hoje são carimbados para fundos administrados pela União, os fundos setoriais. O senador Márcio Bittar ( MDB-AC ) apresentará um relatório preliminar aos líderes na próxima segunda-feira.

 IG

No RN, 78% dos prefeitos podem concorrer à reeleição

A disputa municipal deste ano terá o maior número de prefeitos aptos a se reeleger da história. Ao todo, 4.377 mil poderão disputar um novo mandato no dia 15 de novembro, o equivalente a 78,6% das 5.568 cidades do País. No Rio Grande do Norte, 78,4% prefeitos têm possibilidade de concorrer à renovação do mandato.

O levantamento foi feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), que aponta como motivo a alta taxa de renovação ocorrida em 2016, quando menos da metade dos chefes dos Executivos locais que se candidataram conseguiu se reeleger.

Historicamente, o índice de prefeitos reeleitos vem caindo a cada eleição e, em 2016, foi de 21,4%, o mais baixo desde 2000 – a primeira vez em que a recondução foi permitida. Leia a matéria completa na Tribuna do Norte.

CASO MINEIRO/BETO ROSADO: Juiz dá 7 dias para Kerinho se manifestar em denúncia de inelegibilidade por não se desincompatibilizar do cargo público.

O juiz eleitoral Ricardo Tinoco intimou o então candidato a deputado federal nas eleições 2018, Kericlis Alves, “Kerinho”, a se manifestar no prazo de 7 dias sobre denúncia de inelegibilidade por não se desincompatibilizar do cargo público na Prefeitura de Monte Alegre para concorrer nas eleições como manda a legislação Eleitoral.

O caso pode interferir na composição da bancada federal potiguar, caso os votos de Kerinho sejam anulados, a coligação que elegeu o deputado Beto Rosado perderia a vaga para Fernando Mineiro (PT) em razão do quociente eleitoral.

Leia a matéria completa AQUI, no site Justiça Potiguar.

Tenente Coronel da PM é preso em flagrante

Ontem, um Tenente Coronel da PM foi preso. Ele estava em um uber quando teve um assalto, na mesma hora reagiu e deu um tiro no bandido que morreu. Pura legítima defesa.

Foi levado na mesma hora para a delegacia, nos depoimentos teve um conflito de versões. O delegado resolveu prender o tenente coronel para esclarecimentos.

O Tenente Coronel está detido na Academia de Polícia, local que ele já foi o comandante.

Gustavo Negreiros