Após mais de 1 ano, Itep identifica corpo de motorista da Uber morta em carro incendiado na Grande Natal

1190

É destaque no portal G1-RN nesta quinta-feira(20). Um ano e um mês depois, enfim o Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte confirmou: o corpo da mulher que foi encontrado no dia 14 de agosto de 2017, carbonizado dentro de um carro incendiado em meio a um canavial no município de Arez, na Grande Natal, é mesmo o da motorista da Uber Suetânia Santos do Nascimento, de 29 anos. A morte dela, porém, ainda não foi esclarecida. Ela havia sido vista pela última vez com vida no dia 11 de agosto de 2017 no bairro Emaús, em Parnamirim

A identificação só foi feita formalmente nesta quarta (19), com o resultado de um exame de DNA feito em Fortaleza. O Itep-RN recorreu ao Instituto de Medicina Legal do Ceará porque o laboratório de DNA da polícia técnica potiguar, embora tendo sido inaugurado em julho, ainda não está em pleno funcionamento.

O corpo de Suetânia foi liberado ainda na quarta, e o enterro aconteceu nesta manhã em Serra Caiada, onde mora a família dela.

Entenda o caso em reportagem completa aqui