Auxílio emergencial: o que fazer se não estiver incluído na Dataprev ou Caixa

Começou nesta sexta-feira (2) a consulta do novo auxílio emergencial, que pretende pagar parcelas que vão de R$ 150 a R$ 375 por conta da pandemia do novo coronavírus. Em 2021, serão pagos R$ 43 bilhões a 45,6 milhões de brasileiros que atendem aos requisitos exigidos, estima o governo. Mas o que acontece se o seu nome não estiver entre os que tiveram o benefício aprovado?

Bom, para aqueles que fizeram as consultas no Portal de Consultas da Dataprev ou no site da Caixa e não foram incluídos como beneficiários do auxílio, é possível contestar a decisão por até dez dias — ou seja, até o dia 12 de abril.

Para fazer isso, é bastante simples: basta clicar no item “contestar” na tela em que diz que seu nome não foi liberado pra receber o benefício. Serão aceitos como critérios de contestação desatualização na base de dados, por exemplo. Mas vale lembrar que só podem contestar aqueles que receberam o benefício em dezembro de 2020 e não estão na lista deste ano, veja se foi incluído no auxílio emergencial de 2021  AQUICom informações da CNN Brasil