Azevedo cobra celeridade do IPEM na certificação de empresas instaladoras de GNV

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta quarta-feira (19), na Assembleia Legislativa, o deputado Coronel Azevedo (PSC) fez um apelo aos dirigentes do Instituto de Pesos e Medidas (IPEM) solicitando celeridade na inspeção e certificação das empresas instaladoras de Gás Natural Veicular (GNV) no Rio Grande do Norte. De acordo com o parlamentar, o atraso do órgão na emissão dos registros tem prejudicado o setor.

“Há relatos de empresas que desde outubro do ano passado solicitaram a renovação das certificações e até agora não tiveram retorno do órgão. Os registros têm prazo de validade e, a partir do momento que passam a operar com a certificação vencida, se tornam clandestinas”, disse Azevedo.

Na oportunidade, o deputado cobrou da Potigás a realização dos cursos que a companhia se comprometeu junto ao Governo do Estado em ofertar para as empresas instaladoras de GNV, através do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER). Coronel Azevedo cobrou à Secretaria de Tributação respostas quanto a redução da carga tributária sobre o GNV, “visto que há uma lei aprovada nessa Casa que dispõe sobre esse assunto, mas que ainda carece de regulamentação”, concluiu o parlamentar.