CASO MINEIRO/BETO ROSADO: Ministério Público Eleitoral pede que Kerinho se manifeste sobre inelegibilidade e desimcompatibilização

O Ministério Público Eleitoral do Rio Grande do Norte se manifestou sobre o caso envolvendo o então candidato deputado federal Kericlis Alves Ribeiro, “Kerinho”, e pediu que ele se pronuncie sobre a questão de inelegibilidade apontada em uma petição assinada por 51 advogados, pela não desincompatibilização do cargo comissionado que ocupava na Prefeitura de Monte Alegre.

Uma vez comprovada a não desicompatibilização por parte de Kerinho, os votos recebidos por ele no pleito de 2018 seriam anulados, fazendo com que o deputado federal Beto Rosado (Progressistas) perca o mandato para Fernando Mineiro (PT), em razão do quociente eleitoral.