Crueldade – Idoso é morto a golpes de facão dentro de casa em Mossoró/RN

1378

O cidadão Luiz Gonzaga de Sousa, de 61 anos, residente à Rua Manoel Firmino, no bairro Belo Horizonte, foi encontrado morto a facanzada dentro da própria casa no final da tarde desta segunda-feira, 12, em Mossoró-RN.

Os vizinhos de Gonzaga sentiram falta dele durante este segunda-feira, 12, e avisaram a família. O filho dele, conforme apurou o site O Câmera, foi ao local e encontrou o pai morto com marcas de violência. A Polícia Militar foi acionada.

Os primeiros policiais que chegaram ao local perceberam que a porta de trás da residência estava só encostada. Não havia sinais de arrombamento em nenhuma das portas ou janelas. O filho disse que o pai costumava deixar a porta aberta à noite para entrar vento.

Ao analisar a cena do crime e o corpo da vítima, o perito criminal Renildo Marcelino opinou que pelo menos duas armas cortantes foram usadas no assassinato: facão e uma foice. Gonzaga teve os dois braços quase decepados pela violência empregadas pelos assassinos.

Ainda conforme o perito Renildo Marcelino declarou em O Câmera, o rosto de Gonzaga, que é muito querido na comunidade onde mora, foi deformado pelo assassino ou assassinos, que teriam empregado métodos com requintes de crueldade para matar a vítima.

Outra informação observada no local do crime é que houve uma tentativa de reação da vítima. “As marcas da violência nos braços indicam movimentos de defesa da vitima”, escreveu o editor de O Câmera, que apurou os fatos junto ao perito do ITEP e familiares.

O MOSSORÓ HOJE foi informado que Gonzaga é irmão do dono do famoso Bar do Saddam Husseim, perto do local onde foi encontrado assassinado.Inclusive o Bar do Saddam Husseim foi palco de um crime de homicidio no dia 7 de maio de 2016.

Veja mais
Preso de Justiça é executado a tiros no Bar do Sadam Husseim

Ao contrário das primeiras informações que o MOSSORÓ HOJE recebeu, Luiz Gonzaga não teria morrido durante a noite passada. Considerando o estado de rigidez do cadáver e depoimento informais de algumas testemunhas, o perito acredita que a morte no final da manhã desta segunda-feira, 12.

Assassinato 40
Este é o homicídio de número 40 só este ano de 2018. Em 2017 foram 249 ocorrências e em 2016 foram 217, conforme registro do Observatório da Violência do Rio Grande do Norte.

São 506 Condutas Violentas Letais e Intencionais somente de 2016 aos dias atuais, que se transformaram em investigações na Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa investigarem com apenas 3 agentes e dois delegados, com praticamente zero de estrutura para trabalhar em investigações complexas.

MOSSORO HOJE