Daniel Alves divide cela em área para agressores sexuais

Daniel Alves foi transferido nesta segunda-feira (23) do presídio Brians 1 para o Brians 2, que fica ao lado, em Barcelona, para garantir a sua segurança e “convivência normal”, segundo a imprensa espanhola. Ele divide cela com outro preso em um módulo destinado para internos acusados de agressões sexuais. O lateral-direito de 39 anos foi preso preventivamente, sem direito a fiança, na sexta-feira, por suposto caso de estupro contra uma mulher espanhola de 23 anos.

De acordo com o estafe do atleta, a mudança já estava prevista e trata-se de um protocolo da unidade. A área também é conhecida por abrigar empresários, políticos e ex-policiais. O local possui um departamento de prisão provisória, como é o caso do brasileiro. A mudança de presídio foi decidida pela Secretaria de Medidas Penais, Reinserção e Atendimento à Vítima.

Foto: Divulgação

O Centro Penitenciário Brians 2 foi inaugurado em 1º de junho de 2007. Ele é localizado ao lado do Centro Penitenciário Brians 1, no município de Sant Esteve Sesrovires, uma cidade no norte da região de Baix Llobregat. Segundo a Secretaria de Justiça, Direitos e Memória, o Centro Penitenciário Brians 2 é composto por 14 módulos e cada um possui 3 andares e 72 celas. Também possui mais dois módulos para determinados serviços e perfis.

Cada módulo dispõe de um refeitório com produtos básicos para os reclusos, ambulatório, oficinas ocupacionais, sala de estar, salão de cabeleireiro, salas educativas, parque infantil, ginásio, campo desportivo e zonas ajardinadas para passeio.

Estadão Conteúdo