Deputado Coronel Azevedo homenageia PMRN pelos seus 188 anos em Sessão Solene

 

A Assembleia Legislativado Rio Grande do Norte homenageou, na tarde desta terça-feira (12), a Polícia Militar pelos seu 188º aniversário. Por proposição do deputado estadual Coronel Azevedo (PL), diversos policiais militares que fizeram história na corporação receberam placas em homenagem pelos relevantes serviços prestados em favor do povo do Rio Grande do Norte.

Para Azevedo, a solenidade faz justiça a diversas pessoas que entregaram suas vidas à missão de servir e proteger o povo potiguar.

Na abertura da solenidade, um vídeo institucional apresentou um breve histórico da PM, que começou a atuar no Rio Grande do Norte em 1834 com apenas 40 combatentes. Com o passar dos anos, a instituição foi crescendo e diversificando seu emprego operacional e administrativo. Hoje, a Polícia Militar corresponda a cerca de 80% de todo o efetivo de operadores de segurança pública do Rio Grande do Norte.

Coronel Azevedo discursou após uma oração realizada em plenário. Em suas palavras, o deputado ex-comandante da Polícia Militar relembrou sua trajetória na corporação e também a defesa do serviço de segurança pública, essencial à sociedade. O parlamentar prestou contas de ações de seu mandato, lembrando que por mais de 50 anos os militares estaduais não tiveram nenhum representante na Assembleia Legislativa.

“Sempre fomos o ‘patinho feio’ da segurança pública, por muitas vezes discriminados, inclusive na remuneração pelos serviços que prestamos, mas sempre acionados nos momentos de angústia e sofrimento, sobretudo nos graves episódios de perturbação da ordem pública. Aí se lembram da PM. Todas as forças de segurança são igualmente importantes, somos a mais numerosa, quase 80% de todos os operadores da segurança pública. Quem é policial tem seis vezes mais chances de morrer que um não policial no Brasil e temos que valorizar a coragem e a determinação dessas pessoas. O desejo é de homenagear a todos os policiais militares, mas estamos fazendo simbolicamente através de vocês. Em nome de vocês, das viúvas, dos veteranos, estamos reconhecendo o trabalho e a dedicação de todos, os de ontem e os de hoje, que fazem parte de nossa quase bicentenária Instituição”, disse Azevedo, antes de entregar as homenagens, entre oficiais, praças, policiais da reserva e familiares de policiais que faleceram.