Dr. Cidorgeton explica prisão de caicoense em Macaíba, acusado de duplo homicídio

9

Aos 17 (dezessete) dias do mês de abril de 2019 (dois mil e dezenove), na cidade de Macaíba-RN, precisamente na rua Antonio de Almeida, casa nº 605, bairro centro, foi diligência pela POLÍCIA CIVIL com o objetivo de cumprir mandado de prisão em face de um foragido do sistema penitenciário estadual, bem como de outros suspeitos que estariam no local com armas de fogo e drogas, sendo a casa indicada como conhecido ponto de venda de drogas.

Realizada a incursão, 02 (dois) suspeitos foram encontrados e flagrados com arma de fogo, droga (maconha e celulares suspeitos. No primeiro momento, a dupla se apresentou com os nomes TACÍLIO DE ASSIS MIRANDA e THELLES HENRIQUE DANTAS DA SILVA, sendo que eles foram apontados como autores do “duplo homicídio” ocorrido no final da tarde do dia de ontem, 16/04/2019, na cidade de Parnamirim/RN.

Indagados sobre os fatos, THELLES HENRIQUE DANTAS DA SILVA confirma que esteve no local, por ser integrante da facção criminosa PCC, e que a missão era para eliminar apenas o adulto, que seria integrante do SDC/RN, mas que a execução teria saído errado e a criança também foi alvejada e morta, razão pela qual outra ordem teria sido dada pelo PCC, agora para eliminar o executor do crime que errou o alvo, ação essa que THELLES HENRIQUE DANTAS DA SILVA afirmou ter executado.

Não há registro, até o momento, do achado de cadáver de “NEGUINHO”, que teria sido um dos executores do crime. Provas indicam a presença de THELLES HENRIQUE DANTAS DA SILVA no local do crime, na hora da ação. Diligências foram realizadas durante toda a madrugada com o escopo de prender THELLES HENRIQUE DANTAS DA SILVA, tendo ele se evadido e, alguns minutos depois, flagrado pela equipe de Policiais Civis da Delegacia de Macaíba.

O segundo suspeito, que se identificou como sendo TACÍLIO DE ASSIS MIRANDA, declinando ser estudante e que estaria no local por mera eventualidade, em verdade se trata de THASYLE DE ASSIS MIRANDA, FORAGIDO do Sistema Prisional, que era alvo inicial da operação.

O material apreendido, até o momento, consiste numa arma de fogo, cujo a origem é de um policial militar do estado de Pernambuco (possivelmente furtada/roubada), celulares (um deles roubado e com vítima já ouvida nesta Delegacia) e maconha.

Os suspeitos serão flagranteados pela Delegacia de Macaíba, por duplo homicídio, dupla tentativa de homicídio, tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo e receptação.

As diligências continuam com o objetivo do serem coligidas novas provas e na tentativa de identificação dos outros integrantes do grupo que participaram dos crimes contra a vida, além de se estar buscando o corpo de suposto executor do crime que foi punido pela facção por ter errado o alvo.    

A Pointe Celular dispõe de um técnico especializado e certificado com selo ASTEC-RN, capacitado para sempre solucionar todos os problemas dos nossos clientes!
Entre em contato: (84) 9.8146-4720