Eleições têm 124 ocorrências e dez presos por boca de urna e compra de votos nas primeiras horas de votação

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) registrou neste domingo, até o momento, 124 ocorrências relacionadas às eleições, a maioria delas por desobediência à legislação eleitoral. No total, dez eleitores foram presos.

Foram notificados casos de boca de urna, compra de votos, concentração de eleitores, entre outros.

Segundo o último boletim divulgado às 9h, foram registradas 26 ocorrências relacionadas à indicação de desinformação sobre o processo eleitoral.

Houve cinco apreensões de veículos e uma apreensão de dinheiro.

A ação de monitoramento das eleições é desenvolvida em conjunto pelas forças de segurança, incluindo a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal; além do Ministério da Defesa e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com o TSE, até o momento, das 38,2 milhões de urnas eletrônicas, apenas 194 foram substituídas, o que representa 0,13% do total. Não foi registada nenhuma seção com votação manual.

O TSE aponta que 57 cidades têm disputa de segundo turno neste domingo. Do total, 18 são capitais. Entre os 228 candidatos que concorrem, 175 são homens e 53 são mulheres. A votação ocorre das 7h às 17h.

O Globo