Familiares denunciam que moto entregador foi confundido e morto em Macaíba por policiais militares em perseguição e troca de tiros com bandidos

Um moto entregador de 42 anos foi morto a tiros na tarde dessa terça-feira(12), em Macaíba, na Grande Natal, após ser atingido por disparos de arma de fogo durante um confronto entre policiais militares e bandidos. A notícia ganhou grande repercussão nessa quarta-feira(13), após familiares denunciarem que a ocorrência policial resultou na morte da vítima. Eles contam que pessoas testemunharam o desfecho, e que o trabalhador teria sido confundido pelos policiais com um dos bandidos em fuga, e morto enquanto tentava fugir em meio aos tiros.

Na ocorrência, destacada pelo RN TV nessa quarta-feira(13), imagens mostram a perseguição de PMs contra bandidos em um veículo roubado, de cor branca, na BR-304, quando, o carro em que estavam os criminosos subiu um acostamento e mais à frente bateu em uma pilastra onde existe um viaduto em obras. De acordo com familiares, com informações reforçadas por pessoas que presenciaram o fato, o trabalhador, identificado como Orlando Lipo dos Santos, que aguardava uma van, como fazia rotineiramente, para recebimento de produtos para entregas na capital e Grande Natal, foi surpreendido quando os bandidos em meio ao confronto com policiais desceram do veículo, próximo de onde o moto entregador se encontrava, e empreenderam fuga. A reportagem destaca então que, na correria, testemunhas relataram que policiais militares atiraram várias vezes contra a vítima, que buscava abrigo, morta sem possibilidade de escapatória, e anunciada pelos policiais como “bandido”, e “um dos meliantes envolvidos no caso”.

Na terça-feira(12), a ocorrência foi divulgada pela Assessoria da Polícia Militar, através do seu site oficial (confira link aqui), em texto que conta o desfecho da ação: “Um dos criminosos ficou alvejado no local e foi socorrido ao Hospital Deoclécio Marques, onde logo após veio a óbito. Os outros dois bandidos se evadiram pelo matagal. Um revólver foi apreendido com o bandido que foi alvejado”, finalizou o texto.

A reportagem do RN TV conta que após a denúncia da família contra a ação policial, a Polícia Militar comunicou que vai se posicionar após a conclusão do inquérito policial administrativo. A Polícia Civil também deverá entrar no caso. ASSISTA AQUI a reportagem a partir de 9 minutos e 50 segundos até 15 minutos e 8 segundos, com segunda parte em 58 minutos e 50 segundos até uma hora, dois minutos e quarenta e quatro segundos.