Festival de desistências deixa oposição de Caraúbas às cegas

A Oposição em Caraúbas vive um impasse. Ninguém sabe quem é quem, ninguém tem certeza de quem será o candidato ou candidata a enfrentar o prefeito Juninho nas urnas. E faltam poucos dias para terminar o prazo para realização das convenções partidárias que indicarão os candidatos a prefeito e vereador.

O nó é grande. O muído muito maior.

Sem apresentar projetos e sem fazer trabalho político, a Oposição confiou muito tempo no poder financeiro de Carol. Quando ela desistiu da pré-candidatura, chamaram Edu Licurgo. Quando viram que Edu não decolava nas pesquisas internas, não atraía apoios nem adesões, desistiram de Edu e foram buscar Carol de novo.

Quando Carol tentou colocar Baldo no projeto e não conseguiu, desistiu de novo. E aí a Oposição voltou a procurar Edu, que agora desistiu de novo.

Desorganizada e sem coragem de enfrentar um prefeito que continua bem avaliado e trabalhou durante todo o seu mandato, a Oposição continua às cegas.

O atual cenário político de Caraúbas é a prova de que é possível fazer Oposição, desde que se tenha projetos e coragem para ir ao encontro da população.

Mas a lição maior é a de que um prefeito que trabalha não é páreo fácil para ninguém que confia apenas no poder do dinheiro.

O povo de Caraúbas quer trabalho e não promessas vazias.

BG