Frota diz que facada contra Bolsonaro foi armada e protocola pedido de CPI

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) entrou nesta segunda-feira (13) com um pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a facada sofrida por Jair Bolsonaro em Juiz de Fora, Minas Gerais, durante ato de campanha para as eleições presidenciais em 2018. O parlamentar afirmou que Bolsonaro já sofria de outras condições no intestino e teria forjado a facada para aumentar seu tempo de televisão.

“Estou convencido de que foi uma armação . Aproveitaram a doença que esse sujeito tinha na época e criaram essa narrativa do atentado . Ele foi de 8 segundos de TV para 24 horas de TV”, escreveu.