‘Fundão Sem Vergonha’ abre o seu dinheiro para defesa de políticos corruptos. Vejam como votaram os deputados potiguares

3

A lei do Fundo Partidário, aprovada na Câmara, já batizada de “Fundão Sem Vergonha”, é uma das mais ousadas investidas da classe política contra o Tesouro Nacional.

A partir de agora, o cidadão roubado pelo político terá de pagar os advogados dele, o corrupto processado. Terá de pagar também as multas da Justiça a candidatos que cometam delitos eleitorais. Além disso, partidos agora poderão comprar, com dinheiro do Fundão Sem Vergonha, carrões, aviões e sedes suntuosas.

Criada a pretexto de financiar obras nas bases eleitorais, a emenda parlamentar pode ser usada para bancar a campanha dos políticos.

Pela lei aprovada, ladrões notórios e já presos, como Lula, Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, terão advogados pagos pelas vítimas do roubo já que estando filiados a partidos políticos e o dinheiro pode ser usados para isso.

A Câmara devia estar em transe ao aprovar no Fundão Sem Vergonha que o dinheiro público pagará até multas de políticos em campanha.

CLÁUDIO HUMBERTO

BANCADA POTIGUAR

DO BLOG: Da bancada Potiguar votaram a favor da modificação da nova lei do fundo partidário, Benes Leocádio, Beto Rosado, Natália Bonavides, Walter Alves e Rafael Mota. General Girão foi o único que votou contra, contrariando a orientação até do seu partido, o PSL.

Os deputados João Maia e Fábio Faria estavam ausentes da sessão.

A Pointe Celular dispõe de um técnico especializado e certificado com selo ASTEC-RN, capacitado para sempre solucionar todos os problemas dos nossos clientes!
Entre em contato: (84) 9.8146-4720