Homem cai em tanque de alumínio derretido a 720ºC e sobrevive

Um eletricista de uma fábrica sobreviveu à queda dentro de um tanque de alumínio derretido a uma temperatura de 720ºC em St. Gallen, na Suíça. Segundo as autoridades locais, o acidente ocorreu na quarta-feira (9). Ele foi socorrido com queimaduras graves e extensas, sendo transportado de helicóptero para um hospital da região em seguida.

A vítima é um homem de 25 anos que não teve a identidade revelada. A polícia de St. Gallen afirmou que o homem caiu através de uma abertura enquanto trabalhava acima do caldeirão com material em alta temperatura, informou o jornal alemão SWR Aktuell.

De acordo com relatos coletados pelas autoridades com os colegas de trabalho, o homem ficou com as pernas imersas no metal derretido até os joelhos, mas conseguiu se sustentar e sair de dentro do tanque.

Ele foi internado no hospital com queimaduras severas. De acordo com o porta-voz da polícia local, Dionys Widmer, até o momento, os membros da vítima não precisaram ser amputados, mas ele segue em observação, em condição estável. Ele informa ainda que o Ministério Público não abriu investigação sobre o acidente até o momento.

Um trabalhador da fábrica onde ocorreu o acidente, de 55 anos, em entrevista ao jornal suíço 20 Minuten, diz que o tanque com alumínio obrigatoriamente deveria estar fechado durante a atuação dos colegas, porque, até mesmo um tropeço nas dependências da fábrica poderiam ter consequências graves. “É triste. Mas o acidente quase só pode ser explicado por negligência”.

Os investigadores seguem coletando pistas para entender a dinâmica do incidente e determinar se houve alguma conduta ou condição insegura na fábrica.

UOL