IDIARN entrega selo SISBI-POA ao Grupo Nordestão

Fotos: Divulgação

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN, entregou na quarta-feira, 16, o selo Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA) ao grupo Nordestão.

O SISBI, faz parte do Sistema Unificado de Atenção a Sanidade Agropecuária (SUASA), que é responsável por padronizar e harmonizar os procedimentos de inspeção de produtos de origem animal para garantir a segurança alimentar, contemplando toda a cadeia produtiva, incluindo pescado, segmentos de leite e derivados, avicultura, apicultura, entre outros.

O evento contou com a participação da Governadora Fátima Bezerra; Vice-governador, Antenor Barreto; do Diretor-geral, Mário Manso; Diretor de Defesa e Inspeção Sanitária Animal, Renato Dias; Secretário de Agricultura do RN, Guilherme Saldanha; Secretário da SET-RN, Carlos Eduardo Xavier; Secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado; Diretor-presidente do Nordestão, Leôncio Medeiros; Pedro Paulo Medeiros, Gerente Comercial; Sérgio Bernardes, Diretor de Operações do Nordestão, Fiscais Estaduais Agropecuários do Idiarn; entre outras autoridades.

O Grupo Nordestão, segundo estabelecimento beneficiado pelo selo no Estado, passa agora a ter a concessão para comercializar pescados, entreposto de carnes e aves para todo o Brasil.

Segundo, Leôncio Medeiros, Diretor-presidente do Nordestão, a proposta é iniciar a comercialização dentro dos estados do Nordeste e expandir de forma gradual em busca do cenário nacional.

“Nós temos o Programa do Alimento Seguro, mas nós queríamos crescer mais. Agora com a certificação nós vamos ter essa condição de vender produtos produzidos aqui para outro Estado, uma garantia de geração de emprego e renda que temos certeza que será seguido por muitas [empresas]”.

Para Mário Manso, diretor-geral do Instituto, a entrega do selo é mais uma conquista para a economia potiguar, agregando peso as empresas norte-rio-grandenses que buscam expansão econômica.

“São mais de dez anos buscando a conquista do selo SISBI, sem dúvidas foi um passo muito importante para o desenvolvimento do Estado. É um momento de celebração, todo mundo ganha com essa conquista e o que todos nós almejamos é que novas empresas possam aderir também”.