Itep investiga se corpo encontrado no sofá em Pau dos Ferros é da menina Raissa

Inicialmente, quando o corpo foi encontrado, os policiais acreditavam que fosse de Naiara, considerando o histórico de violência relatado pelos vizinhos de Gilnei Bento com ela. Entretanto, neste final de semana, o ITEP concluiu que o corpo não era da jovem. Já os familiares da menina Raissa, que está desaparecida desde o dia 26 de maio, afirmam que reconheceram o corpo e que é realmente ela, mas os peritos ainda seguem fazendo exames para confirmar a informação oficialmente.

Familiares afirmam que o corpo encontrado dentro de um sofá na casa do foragido da justiça Francisco Gilnei Bento Nazário e Naiara Oliveira de França pertence a menina Raissa, que estava desaparecida desde o dia 26 de maio. A informação foi confirmada pela tia da menina.

O corpo foi levado para a sede do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) do município. Apesar da confirmação da família, os peritos seguem fazendo exames para só então confirmar a informação.

Inicialmente, quando o corpo foi encontrado, os policiais acreditavam que fosse de Naiara, considerando o histórico de violência relatado pelos vizinhos de Gilnei Bento com ela. Entretanto, neste final de semana, o ITEP concluiu que o corpo não era a jovem.

Na noite deste domingo para segunda-feira, 31, familiares reconheceram que o corpo é da menina Raissa. Desde o momento que encontraram o corpo, que os policiais já estavam em diligência para localizar e prender Gilnei Bento, que é condenado por estupro e está foragido.

As buscas passaram a ser pelo casal quando o ITEP descobriu que na verdade, o corpo não era de Naiara. As primeiras informações sobre o casal fugitivo, é que eles estavam pedindo comida e carona no Distrito Irrigado.

Depois a Polícia recebeu informações que os dois haviam conseguido carona na direção de Patu e ampliou as buscas.

MOSSORÓ HOJE