Juíza alega “pobreza” e entra na Justiça para ganhar remédio de R$ 215 do Estado

Uma juíza de Cuiabá havia entrado com uma ação civil para tentar obrigar o Estado de Mato Grosso e a cidade de Cuiabá a fornecerem-lhe remédios para o tratamento de uma trombose venosa profunda dos membros inferiores por via judicial, com pedido de tutela de urgência e justiça gratuita, mas desistiu do processo quando a própria Justiça determinou que ela comprovasse sua necessidade financeira.

Leia a matéria completa no site Justiça Potiguar.