Justiça bloqueia R$ 400 milhões do PT, OAS e mais 16 réus na Lava Jato

JUSTICA FEDERAL - OPERAÇÃO PILOTO -

O juiz Friedmann Anderson Wendpap, da 1ª Vara Federal de Curitiba, bloqueou mais de R$ 400 milhões de 18 réus da Lava Jato por desvios na construção da Torre Pituba, sede da Petrobras em Salvador. Só do PT, foram bloqueados R$ 18 milhões.

A ação de improbidade administrativa, no âmbito cível, visa reparar os cofres públicos pelo superfaturamento da obra, direcionamento de licitações e pagamento de propina. Orçada inicialmente em R$ 320 milhões, ela acabou custando R$ 1,3 bilhão em valores atualizados.

Também são réus na ação Renato Duque, que comandava a Diretoria de Serviços da Petrobras; Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS; e outros ex-executivos da estatal, da construtora e da Petros, que bancou parte do empreendimento.