Casos diários de covid-19 aumentam mais de 6 vezes em uma semana

Na última semana, o número de casos diários de covid-19 aumentou mais de seis vezes no Brasil. Nesta sexta-feira (7), foram confirmados mais 63.292 novos diagnósticos positivos da doença. Há sete dias, em 31 de dezembro, o número registrado foi 10.282 casos.

O número de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 22.450.222. Ontem (6), o painel de informações sobre a pandemia do Ministério da Saúde contabilizava 22.386.930.

Ainda há 180.249 casos em acompanhamento, de pessoas que tiveram o quadro de covid-19 confirmado. Ontem, o número de pessoas infectadas com casos ativos estava em 140.453. Há uma semana, eram 84.063.

Agência Brasil

COVID: Brasil registra 175 óbitos e 18,7 mil casos nas últimas 24h; Quase 10 mil casos registrados foram de dados represados em sete Estados

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta terça-feira (4).

– O país registrou 175* óbitos nas últimas 24h, totalizando 619.384 mortes;

– Foram 18.759* novos casos de coronavírus registrados, no total 22.323.837;

*Sete estados registrados dados de casos que estavam represados: Santa Catarina (2.014 casos), Paraná (2.607 casos), São Paulo (1.944 casos), Rio de Janeiro (2.540 casos e 41 óbitos), Mato Grosso (689 casos), Roraima (134 casos), Alagoas (57).

Dessa forma, a média móvel de óbitos ficou em 97 e a média móvel de casos em 9.876.

O Ministério da Saúde estima que pelo menos 21,5 milhões de brasileiros já se recuperaram da Covid-19.

AUXÍLIO BRASIL: fila é zerada com inclusão de mais 2,7 milhões de famílias neste mês, diz governo

Foto: Marcello Casal. Jr./Agência Brasil

O Ministério da Cidadania informou que zerou a fila de espera de 2021 para o Auxílio Brasil, incluindo cerca de 2,7 milhões de famílias na competência de dezembro, que será paga em janeiro — os depósitos começarão a ser feitos daqui a duas semanas, no dia 18. Com a medida, o programa criado para substituir o extinto Bolsa Família alcança mais de 17 milhões de famílias.

As pessoas que se enquadram nos pré-requisitos para serem inseridas no programa podem verificar se tiveram o cadastro aprovado consultando a inscrição no Cadastro Único (CadÚnico), no site, ou pelo aplicativo Auxílio Brasil, digitando o número do CPF.

Em nota, o Ministério da Cidadania afirmou que “vale lembrar que o Auxílio Brasil, como programa permanente, terá ingresso recorrente de novos beneficiários. O ingresso e a permanência das famílias ocorrem a partir da inscrição no Cadastro Único”.

A competência de novembro, paga em dezembro, já havia inserido novas famílias. Moradora de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, Sulamita dos Santos, de 30 anos, foi uma dessas novas beneficiárias que receberam a primeira parcela no mês passado. Ela é mãe de três filhos, de 1, 3 e 4 anos.

Desde a parcela de dezembro, o valor mínimo do Auxílio Brasil é de R$ 400. A inscrição no CadÚnico é uma das exigências para estar apto a receber o benefício, mas isso não resulta no imediato repasse de recursos. A concessão do benefício “está condicionada à disponibilidade orçamentária”. O decreto estipula que as famílias devem ser priorizadas a partir de critérios baseados em indicadores de situações de vulnerabilidade social e econômica.

Extra

RN registra 02 óbitos por covid nas últimas 24 horas; Novos casos são 244

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta terça-feira (4). São 387.919 casos totalizados. Na segunda (3) eram contabilizados 387.542, ou seja, 377 novos casos em comparação com o dia anterior, destes, 244 confirmados nas últimas 24 horas.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 7.577 no total. Dois óbitos foram registrados nas últimas 24 horas, em Mossoró e Pedro Avelino. Na segunda (3) eram 7.573 mortes. A Sesap não registrou óbitos após resultados de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. Óbitos em investigação são 1.421.

Recuperados são 378.194. Casos suspeitos somam 112.433 e descartados são 819.039. Estimativa de casos em acompanhamento somam 2.148.

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 37,7%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 37,7%, registrada no início da tarde desta segunda-feira (3). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 94.

Até o momento desta publicação são 86 leitos críticos (UTI) disponíveis e 52 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 79 disponíveis e 42 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 45,2% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 20,5% e a Região Seridó tem 50%.

COVID: RN possui 86 leitos críticos e 79 leitos clínicos disponíveis

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h20 desta terça-feira (4).

Neste período, havia 6 (seis) pacientes com perfil para leitos críticos na lista de regulação e 1 (um) aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 86 leitos críticos e outros 79, sendo clínicos.

Chuvas são registradas em 67 municípios do RN e passam de 100 milímetros na região Agreste, diz Emparn

Foto: Reprodução

A Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emaprn) voltou a registrar chuvas em várias partes do estado entre as 7h de segunda-feira (3) e 7h desta terça (4). Pelo menos 67 municípios nas regiões Agreste, Central, Leste e Oeste tiveram precipitações. Em Encanto, uma pequena barragem sangrou graças ao bom volume de chuvas.

O maior volume registrado foi no município de Senador Elói de Souza, no Agreste, onde o pluviômetro marcou 119,4 mm ao longo de 24 horas. Na mesma região, tiveram destaque também as chuvas nos municípios de Riachuelo (92,8 mm) e Lagoa D’Anta (75,4 mm).

O bom volume de chuva na região Oeste provocou a sangria de uma pequena barragem na zona rural do município de Encanto. O reservatório da comunidade Terra Boa começou a transbordar ainda no domingo (2). Encanto registrou 9.4 mm de chuvas nesta segunda (3).

No Oeste, as chuvas foram mais intensas nos municípios de Triunfo Potiguar (50,8 mm), Caraúbas (31,4 mm) e Mossoró (30 mm).

Também foram registradas chuvas na região Central, com destaque para os municípios de Currais Novos (46,4 mm) e Fernando Pedroza (30,4 mm).

No Leste potiguar, o município de Taipu registrou o maior volume de chuvas, 16 mm.

g1 RN

Falta vacina da gripe em pelo menos 40 cidades do RN

Foto Ilustrativa: Reprodução

De acordo com levantamento da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN), pelo menos 40 municípios do Rio Grande do Norte estão sem vacina contra a Influenza. Último levantamento foi realizado em 18 de dezembro do ano passado e não há atualizações, além de 40 cidades não terem informado a secretaria sobre a situação de seus estoques.

Segundo a Sesap, 200 mil doses foram solicitadas ao Ministério da Saúde (MS), mas ainda não houve retorno até o momento. “O Estado solicitou 200 mil doses para reforçar a campanha de imunização, mas até agora nós não tivemos resposta, embora o ofício com o pedido tenha sido enviado há poucas semanas”, disse a Sesap.

Além da falta do imunizante, a expectativa é que, mesmo onde há estoque, as doses estejam em quantidade mínima. No início da segunda quinzena de dezembro, de acordo com os dados da Sesap, grande parte dos municípios tinha menos de 500 unidades disponíveis.

Em Natal, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) informou, por meio de nota, que as últimas doses da vacina vêm sendo aplicadas desde a última quinzena de dezembro de 2021. Segundo a pasta, o estoque da Central de Armazenamento do Município está zerado, mas algumas unidades de saúde ainda possuem um “quantitativo mínimo à disposição da população”.

A SMS/Natal informou que foram aplicadas cerca de 370 mil doses da vacina, recebidas do Ministério da Saúde para a campanha anual de imunização em 2021. Em Parnamirim, na Região Metropolitana, o imunizante está em falta desde a semana passada. A Secretaria de Saúde do Município esclareceu que recebeu, na última semana, 400 doses da Sesap, as quais foram administradas em apenas dois dias.

A coordenadora de imunização de Macaíba, Flávia Medeiros, explicou que a Secretaria de Saúde recebeu 300 doses na semana passada, as quais se somaram a outras 200 ainda existentes no Município até então. “Tudo foi distribuído para as unidades de saúde e nós estamos colhendo os dados para saber se ainda há doses”, respondeu a coordenadora no final da manhã dessa segunda-feira (3). Em São Gonçalo do Amarante, outro município da Região Metropolitana, as doses acabaram na semana passada.

Tribuna do Norte

Governo do RN regulamenta auxílio-alimentação para policiais militares

Foto: Demis Roussos / Governo do RN

O governo do Rio Grande do Norte publicou decreto que regulamenta o auxílio-alimentação a policiais militares. O benefício será concedido aos policiais militares em atividade no âmbito da corporação ou que estejam à disposição da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). A medida consta no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (4).

O Decreto nº 31.263 dispõe duas modalidades na concessão do auxílio alimentação, seja com fornecimento de vale-refeição ou pagamento em caráter indenizatório, de pecúnia destinada a subsidiar a despesa com a alimentação.

O valor da indenização, bem como sua forma de cálculo, será fixado por portaria editada conjuntamente pela Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan) e pela Sesed.

O pagamento da indenização será custeado com recursos da corporação militar, que deverá incluir na proposta orçamentaria anual os recursos necessários a sua manutenção.

O decreto foi assinado pela governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, e pelo secretário de segurança, Coronel Araújo.

Tribuna do Norte

Aliados de Bolsonaro criticam silêncio do STF sobre ataques ao presidente: “Alguma investigação, diligência ou atitude parecida?”

Bolsonaristas usaram as redes sociais para cobrar apuração pelo STF de supostos ataques e ameaças contra Bolsonaro após internação para tratar de obstrução intestinal.

Marco Feliciano (PL-SP) e Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) cobraram ação do STF. Ao Painel Feliciano citou como ameaça um post em que o ator Zé de Abreu diz desejar que Bolsonaro exploda.

“Alguma investigação, diligência ou atitude parecida será tomada com os donos das contas das mídias sociais que ameaçam e desrespeitam o presidente?”, questionou Feliciano no Twitter.

Ao compartilhar a postagem do ator, o filho 02 de Bolsonaro marcou a página do STF na plataforma. Outro que comentou os ataques foi o ex-secretário de Comunicação da Presidência Fabio Wajngarten. Ele afirmou que “qualquer incentivo/ameaça à vida” do presidente “deveria ser considerada promoção da instabilidade institucional e da ordem democrática”.

Os bolsonaristas classificaram nas redes como “ódio do bem” postagens como a do ator e de outras páginas em que pessoas desejam a morte do presidente ou questionam a internação após passar mal durante as férias em Santa Catarina.

“Esse ódio do bem está dando muita raiva. Polarizar sobre política é uma coisa. Desejar a morte é outra completamente diferente”, disse Carla Zambelli (PSL-SP) ao comentar postagem de Carlos Bolsonaro.

Painel

Entenda mudança nas regras para remarcar passagens aéreas

As antigas regras para alteração e cancelamento de voos por passageiros e companhias aéreas votaram a valer no dia 1º de janeiro deste ano. Com o término da validade da lei nº 14.174/2021, as regras que estavam em vigor durante o auge da pandemia de covid-19 não serão mais aplicadas em função do fim da flexibilização.

Durante a pandemia, o consumidor que cancelasse uma passagem para viagens entre 19 de março de 2020 e 31 de dezembro de 2021 estava isento da cobrança de multa, e o valor pago era convertido em crédito para próxima viagem. Quem optasse pelo reembolso, teria até um ano para receber o valor, que seria corrigido pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

Com a volta da vigência da Resolução nº 400/2016, da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o passageiro que fizer o cancelamento pode ter que pagar multas previstas no contrato de prestação de serviços e ter o restante do valor restituído em sete dias ou creditado de acordo com as regras da empresa.

No caso de cancelamento por parte da companhia aérea, os passageiros têm direito de optar pelo reembolso total ou reacomodação em outro voo, além da prestação do serviço por outras modalidades.

No site da Anac é possível tirar dúvidas sobre as regras de reembolso e remarcações de passagens aéreas.

Poder 360

Vacina pediátrica de Covid pode chegar ao Brasil dia 10, diz Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira à tarde que as doses de vacina pediátrica de Covid podem chegar ao Brasil no dia 10 de janeiro, destacando que a pasta tomará uma decisão na quinta-feira e que não deverá haver “nenhuma novidade especial”.

“A partir do dia 10 de janeiro essas doses podem começar a chegar ao Brasil. Então, pode ficar tranquilo, todos os pais e mães que queiram vacinar seus filhos que tenham entre 5 e 11 anos, podem”, disse ele, em entrevista na porta do ministério.

Segundo o ministro, as doses de vacina da Pfizer chegam ao país em uma semana, mas precisam ter o lote aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, serem distribuídas para Estados e municípios antes de serem efetivamente usadas.

Com ômicron, saiba quais as restrições por covid nos Estados

Com o aumento da transmissibilidade da variante ômicron, que até a última atualização do Ministério da Saúde na 2ª feira (3.jan.2022) foi responsável por 143 casos no Brasil, os governos estaduais têm reforçado as restrições sanitárias para controlar a disseminação da nova cepa no país.

Levantamento realizado pelo Poder360 mostra que 18 unidades da federação e o Distrito Federal exigem a apresentação do passaporte de vacina para a população frequentar eventos fechados.

Só Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná não têm exigência estadual sobre o comprovante de vacina contra a covid-19 —o último também extinguiu o decreto contra o coronavírus no Estado.

O uso de máscaras também continua obrigatório na maioria dos Estados. Somente Rio de Janeiro, Distrito Federal, Maranhão e Santa Catarina flexibilizaram a utilização em espaços abertos, como parques.

Poder 360

44 municípios do potiguares estão em alerta de chuvas intensas no fim de semana

O Rio Grande do Norte tem 44 municípios em alerta de perigo potencial para chuvas intensas. O aviso foi emitido neste sábado (1º) pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

De acordo com o aviso, podem ocorrer chuvas de 20 a 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros por dia. Além disso, são esperados ventos de até 60 km/h.

“Baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas”, complementa o Inmet no aviso.

As orientações são: em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão. Além disso, é preciso evitar o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Todos os municípios do Rio Grande do Norte que estão inseridos no alerta estão no Oeste Potiguar.

Veja municípios do RN em alerta:

Água Nova
Alexandria
Almino Afonso
Antônio Martins
Apodi
Baraúna
Caraúbas
Coronel João Pessoa
Doutor Severiano
Encanto
Felipe Guerra
Francisco Dantas
Frutuoso Gomes
Governador Dix-Sept Rosado
Grossos
Itaú
João Dias
José da Penha
Lucrécia
Luís Gomes
Major Sales
Marcelino Vieira
Martins
Mossoró
Olho d’Água do Borges
Paraná
Pau dos Ferros
Pilões
Portalegre
Rafael Fernandes
Rafael Godeiro
Riacho da Cruz
Riacho de Santana
Rodolfo Fernandes
São Francisco do Oeste
São Miguel
Serrinha dos Pintos
Severiano Melo
Taboleiro Grande
Tenente Ananias
Tibau
Umarizal
Venha-Ver
Viçosa

COVID: Brasil registra 49 óbitos e 3,9 mil casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (1º).

– O país registrou 49* óbitos nas últimas 24h, totalizando 619.105 mortes;

– Foram 3.986* novos casos de coronavírus registrados, no total 22.291.507;

*Sem dados do Distrito Federal e mais quatro estados: Mato Grosso, Roraima, Rio Grande do Sul e Tocantins. Foram incluídos dados represados de outros dois estados: Ceará (710 casos) e Goiás (17 óbitos).

Dessa forma, a média móvel de óbitos ficou em 97 e a média móvel de casos em 8.126.

Até a data na qual os sites do Ministério da Saúde sofreram ataque hacker, a pasta calcula que mais de 21,4 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

Lula chega a 2022 líder isolado nas pesquisas; Bolsonaro é 2º colocado

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entra em 2022 como líder isolado na corrida eleitoral para o Palácio do Planalto, de acordo com as últimas pesquisas de intenção de voto. O atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL), aparece em 2º lugar.

O Poder360 compilou os levantamentos realizados em dezembro do PoderData, do Ipec e do Datafolha. As empresas usam metodologias diferentes, mas indicam cenário parecido para as eleições.

Lula pontua de 40% a 48%, de acordo com a pesquisa. Bolsonaro fica entre 21% e 30%. Os candidatos da chamada “3ª via” disputam um 3º lugar, mas nenhum chega a 2 dígitos nas intenções de voto.

O ex-juiz Sergio Moro (Podemos) marca de 6% a 9%. Ciro Gomes (PDT), de 4% a 7%; e João Doria (PSDB), de 2% e 4%. Os pré-candidatos André Janones (Avante), Alessandro Vieira (Cidadania), Simone Tebet (MDB), Luiz Felipe d’Avila (Novo) e Rodrigo Pacheco (PSD) variam de 1% a 2%.

AGREGADOR DE PESQUISA

O Poder360 mantém acervo com milhares de levantamentos com metodologias conhecidas e sobre os quais foi possível verificar a origem das informações. Há estudos realizados desde as eleições municipais de 2000. Trata-se do maior e mais longevo levantamento de pesquisas eleitorais disponível na internet brasileira.

O banco de dados é interativo e permite acompanhar a evolução de cada candidato. Acesse clicando aqui.

As informações de pesquisa começaram a ser compiladas pelo jornalista Fernando Rodrigues, diretor de Redação do Poder360, em seu website, no ano 2000.

Para acessar a página antiga com os levantamentos, clique aqui.

DIVERGÊNCIAS EM PESQUISAS

Nas últimas semanas, diversas empresas têm divulgado pesquisas com resultados distintos. As diferenças de metodologia (pesquisa pessoal, face a face, por telefone, com voz gravada etc.) explicam as divergências entre os resultados. O PoderData faz os seus levantamentos por telefone. O entrevistado atende a ligação, ouve as perguntas gravadas (sempre com a mesma voz) e responde teclando os números do aparelho.

Sobre isso, o Poder360 destaca 2 casos ilustrativos:

  • Marina Silva (Rede) em 2018 – em abril daquele ano, a então candidata da Rede pontuava na redondeza de 15% em levantamentos feitos com a metodologia face a face (entrevistas pessoais) e 5% em algumas pesquisas do PoderData (estudos feitos por telefone, com perguntas gravadas).
    A discrepância se deu em parte pelas metodologias: nas entrevistas pessoais, face a face, eleitores sentiam possivelmente receio em revelar o voto e declaravam preferir Marina. É que muitas pessoas às vezes ficam constrangidas e não gostam de dizer que não sabem em quem vão votar. Acabavam escolhendo Marina como uma espécie de “pit stop”, mas não se tratava de um voto firme nem definido. Em pesquisas por telefone, essa resposta disfarçada acontecia com uma intensidade menor.
    Ao longo do processo eleitoral de 2018, a intenção de voto em Marina Silva foi evanescendo. O PoderData captou esse movimento antes. No 1º turno, Marina acabou com apenas 1% nas urnas.
  • Trump em 2020 – o presidente dos Estados Unidos foi derrotado por Joe Biden por uma diferença de votos menor do que as pesquisas indicavam. Trump, como se sabe, é um político controverso. Ele provoca reações efusivas de apoiadores e adversários. Pouco menos de 1 mês antes da eleição, a revista “The Economist” publicou artigo (link para assinantes) antecipando uma possível diferença entre pesquisas e urnas, apontando o fenômeno “differential partisan non-response” –segundo o texto, “quando o candidato que você apoia está indo mal, você está menos propenso a responder à ligação de um pesquisador”.

Em suma, nas pesquisas de intenção de voto é necessário considerar quem faz o estudo, qual a metodologia, o momento pelo qual passa o país e se isso provoca algum viés no eleitor/entrevistado que responde.

Muitas vezes, uma empresa de pesquisas tem dificuldades para encontrar pessoas simpatizantes de um determinado candidato a revelar o voto. E o mais importante de todas as ressalvas: se adotam uma metodologia rígida, todas as pesquisas estão corretas. Apenas captam sinais de forma diferente.

Poder 360

Governo do RN divulga novo calendário do IPVA 2022

O Governo do Rio Grande do Norte publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) portaria que define a tabela anual e o prazo de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) referentes ao exercício de 2022.

O pagamento do IPVA 2022 pode ocorrer em sete parcelas – desde que a parcela não seja inferior a R$ 100,00, começando em março e terminando em dezembro, prazo final determinado pela Resolução do CONTRAN nº. 110/00, de 24 fevereiro de 2000, à qual o Estado deve se adequar.

A parcela única pode ser paga com desconto de 5% no mês de vencimento do IPVA do veículo, de acordo com o calendário de pagamento – março para as placas terminadas em 1 e 2 e os outros meses com os números subsequentes. Para os contribuintes cadastrados no Programa Nota Potiguar o desconto pode subir para 10% tanto na cota única quanto no parcelamento.

“Esta medida mantém o prazo para pagamento do IPVA no RN a partir do terceiro mês do ano, evitando o ônus deste imposto para os contribuintes nos dois primeiros meses do ano, que já são comprometidos com demais despesas”, destacou o secretário de Estado da Tributação, Carlos Eduardo Xavier.

Também foi publicado, na edição extra do DOE desta sexta-feira (31), o Decreto Nº 31.261 que altera o Regulamento do IPVA, como disposto no Decreto Estadual nº 18.773, de 15 de dezembro de 2005. A alteração define, excepcionalmente para o exercício financeiro de 2022, a base de cálculo utilizada no exercício financeiro de 2021, acrescida da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ocorrida no período de novembro de 2020 a outubro de 2021.

Para os veículos novos adquiridos no exercício de 2021, a base de cálculo do IPVA será a pesquisa aplicada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) no ano de 2021, em razão desses veículos não terem sido objetos da pesquisa realizada pela FIPE no ano de 2020.

“A adoção do IPCA para o cálculo do imposto reduz o aumento que, de acordo com a tabela FIPE, seria em média de 22%. Com o IPCA a média fica em 10%, segundo informou Carlos Eduardo.

Confira a tabela de pagamento do IPVA 2022:

Portaria-SEI Nº 1202/2021/SET, de 30 de dezembro de 2021.

Decreto Nº 31.261, de 31 de dezembro de 2021.

Pix terá novidades em 2022: conheça 5 funções que estão chegando

Com pouco mais de um ano, o Pix, que foi lançado em outubro de 2020, já conta com mais de 115 milhões de usuários e aproximadamente 1,2 bilhão de transações em todo o território brasileiro.

O sucesso dessa modalidade de pagamento se deve a facilidade e agilidade que ele oferece em comparação com os demais serviços oferecidos pelas instituições financeiras. A falta de custo para a realização das operações também é uma vantagem tanto para pessoas físicas como para empresas.

É esperado que em 2022, o Banco Central divulgue ao menos cinco novas funções para a ferramenta, confira quais são elas:

Pix offline

O Pix offline possibilitará que o usuário faça pagamentos sem precisar estar conectado à internet. Esse recurso ainda está em fase de testes e avaliação, com três tecnologias diferentes.

Pix aproximação

O Pix aproximação possibilitará pagamentos via aproximação do celular na maquininha de cartões.

Pix débito automático

Essa modalidade vai permitir que os usuários possam programar o pagamento das contas de água, luz e telefone por meio do débito automático com Pix.

Pix garantido

O Pix garantido permitirá que o usuário parcele pagamentos e também que os agende através do Pix.

Pix internacional

Uma parceria do Banco Central com países como Itália e Inglaterra poderá oferecer aos clientes a possibilidade de fazer transferências internacionais através da ferramenta. O lançamento dessa modalidade ainda não possui uma data.

Vale lembrar que, conforme informações divulgadas pelo BC em seu site, não existe um limite mínimo para pagamentos ou transferências via Pix, isso significa que os usuários podem fazer transações a partir de R$ 0,01.

Em geral, também não há limite máximo de valores. Mas, as instituições financeiras que ofertam o serviço podem estabelecer limites máximos de valor baseados em critérios de mitigação de riscos de fraude e de critérios de prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo.

R7

Governo Federal já transportou 200 toneladas de insumos para cidades da Bahia atingidas pelas chuvas; Forças Armadas enviaram cestas básicas e água potável

O Ministério da Defesa informou na sexta-feira (31) que as Forças Armadas transportaram 200 toneladas de insumos para a população atingida pelas enchentes na Bahia. Os carregamentos estão sendo enviados pelo Exército, Marinha e a Aeronáutica desde 11 de dezembro.

Os militares atuam no transporte de cestas básicas, água potável, kits de primeiros socorros, roupas, produtos de higiene, profissionais especializados em resgate e médicos. As equipes também estão trabalhando na desobstrução das vias de foram interditadas pelos alagamentos.

Mais cedo, a FAB envidou 4,8 mil litros de água mineral para Ilhéus (BA), por meio da aeronave de carga C-130 Hércules. Ontem (30), homens da Marinha entregaram mantimentos em um dos bairros da cidade, e um helicóptero do Exército transportou 500 cestas básicas para regiões isoladas do município de Poções (BA).

De acordo com a Defesa, o apoio das Forças Armadas beneficiou 24 municípios do estado.

Agência Brasil

Senado gasta R$ 23,5 milhões com cota parlamentar em 2021; Valor é 15% maior do que foi gasto em 2020

Os senadores gastaram R$ 23,5 milhões com a cota parlamentar em 2021. O valor é 14,9% maior do que os R$ 20,4 milhões usados pelos parlamentares em 2020.

A cota parlamentar é um valor reservado para auxiliar cada senador usar no exercício do seu mandato. Esses valores podem ser gastos com passagens aéreas, aluguel de escritórios de apoio e combustível, entre outros.

A contratação de consultorias, assessorias, pesquisas, trabalhos técnicos e outros serviços de apoio ao exercício do mandato parlamentar é o item que recebeu a maior parte dos valores. Foram R$ 5,5 milhões para essa categoria neste ano.

Em seguida estão as passagens aéreas, com R$ 5,1 milhões, e gastos com locomoção, hospedagem, alimentação e combustível, com R$ 4,2 milhões.

Senadores ‘campeões’ de gastos

O campeão de gastos em 2021 foi o senador Omar Aziz, do PSD do Amazonas. Ele utilizou R$ 527,7 mil ao longo deste ano. O segundo lugar é de Rogério Carvalho, do PT de Sergipe, com R$ 496,6 mil. A terceira colocação ficou com Lucas Barreto, do PSD do Amapá, com R$ 492 mil. Na média, cada senador gastou R$ 272,8 mil da cota em 2021.

O valor da cota varia de estado para estado por causa das diferentes distâncias de Brasília para cada estado do Brasil. O Amazonas, estado do campeão de 2021, tem o maior valor mensal. Por outro lado, o DF tem o menor, já que os senadores da capital não precisam de passagens para retornar para casa.