Aqui é no Brasil, onde estamos ..

Será bom aqui ou agente pode ser assassinado a paulada, é, aqui é no Brasil onde estão torando tudo, é melhor agente volta volta daqui da berada?  
Pra Inicio de Conversa: 22/01/2012

01-. Alo Vocês filhos da Quebrada Velha de Guerra e mora em São Paulo, Pernambuco, Brasília, Goiás, Rondônia, Rorâima e tantos outros lugares pra onde os Conterrâneos vão ou estão a passeio, aqui esta chovendo graças a Deus e parece que a Chuva veio pra valer porque tem chovido desde o dia 19 deste. Viva o Inverno e viva a natureza

02-. Barulho. Continua a barulheira na Quebrada, parece que só vivem se for estrompando os Ouvidos inclusive dos outros. Que falta de educação

03-. Plantão Policial na Quebrada Velha de Guerra. A quebrada parece tranqüila sem alterações, Arruaça de Cachaceiro ou Contenda de Marido e Mulher, o que perturba mesmo são os SONS. Um dia isto terá uma disciplina

04-. Na área de Saúde também não ouvi falar se houve algo que chame atenção, como já é de praxe as Ambulâncias estão ai para conduzir ate o Hospital Regional de Pau dos Ferros, mesmo que mandem volta depois de uma olhada e Só. As coisas do Velho e Falido SUS e ainda bem que tem.

Por enquanto é só, se algum caso nos chamar atenção voltaremos hoje e se não só amanha se Deus permitir   

Veja no Jornal de Fato de Mossoró/RN

Aumento do mínimo vai causar impacto de R$ 8 bi nas Prefeituras

O sufoco financeiro dos municípios brasileiros – e não é diferente no Rio Grande do Norte – deve se intensificar ainda mais com o reajuste de 14,13% no salário mínimo e do piso nacional dos professores, este possivelmente em torno de 22%. O vice-presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN), o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, destacou que os dois aumentos combinados deverão pendurar uma conta extra de quase R$ 8 bilhões nas Prefeituras. Ele alerta que as dificuldades para fechar os balanços orçamentários ocorrerão neste ano devido aos impactos sobre as folhas de pagamento do funcionalismo e inclusive com o fantasma da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) batendo a porta.

“Os prefeitos são a favor de um salário mínimo generoso porque ajuda a economia, o país e a todos, mas um aumento de 14% quando a inflação foi de 6,5% preocupa muito só prefeitos”, ponderou Jaime. Ele ressaltou ainda que a geração atual, que na sua opinião já está sacrificada por causa da crise financeira internacional, encontrou os municípios (fomentadores de políticas locais) com a principal renda – no caso o Fundo de Participação dos Municípios – FPM – em uma situação caótica. “Houve uma queda [do FPM] em 2009, outra em 2010 e uma certa recuperação em 2011, que não deu para recuperar”, completou ele.

Os maiores problemas nos cálculos das Prefeituras, segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), deverão ocorrer no Nordeste, Norte, Centro-Oeste e parte de Minas Gerais, em cidades pequenas, onde a maioria dos servidores ganha o mínimo. “O aumento real do salário, desde o início do governo Lula (2003), já impactou as contas dos municípios em R$ 13,651 bilhões”, disse em entrevista no início do mês o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski. “Só no ano passado, foi R$ 1,3 bilhão mais, e em 2010, 1,7 bilhão”, emendou ele.

A CNM está finalizando os cálculos para determinar com mais precisão o tamanho do rombo. Por causa do aumento do salário do ano passado, 650 cidades estouraram os limites de gastos com pessoal da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Ainda não há cálculos exatos para o que acontecerá este ano, depois que o mínimo, a partir de 1° de janeiro de 2012, subiu de R$ 545,00 para R$ 622,00, mas o impacto não deve ser menor. Esse cenário tem chamado a atenção da Femurn, que já fala em mobilização. “Precisamos de alguma compensação porque caso contrário, além dos problemas financeiros habituais os prefeitos terão complicação com a LRF porque será inevitável o aumento do limite prudencial com a folha em crescimento e a arrecadação não correspondendo”, opinou Jaime Calado.

A lei determina que os gastos do Poder Executivo Municipal com funcionalismo não podem ultrapassar 54% do total. A situação das Prefeituras na região Nordeste é considerava a mais grave. No Ceará, por exemplo, a média era de 36% dos funcionários ganhando o salário mínimo. No interior, chega a 60%. A estimativa da CNM é de que haja no País atualmente 5,380 milhões de servidores municipais. Só o aumento do salário mínimo expandirá a despesa de pessoal das prefeituras brasileiras em aproximadamente R$ 2,8 bilhões anuais. A Femurn não dispõe de levantamento sobre o impacto financeiro no Rio Grande do Norte do novo reajuste do salário mínimo.

Aumento na educação intensifica problemas

Jaime Calado lembrou também que o reajuste do piso nacional dos professores é mais um fator motivo de preocupação porque também ampliará o número de cidades em dificuldades com a LRF em 2012. A estimativa da CNM é que a chaga atinja mais de 1 mil Prefeituras em todo o Brasil. O valor, que até o ano passado era de R$ 1.187,97 para 40 horas semanais de trabalho passa a ser de aproximadamente R$ 1.450,00, um aumento real de 22%. Os percentuais das folhas estão crescendo muito além do que a LRF permite, independente da vontade do prefeito. Além disso, nessa situação a capacidade de investimento, que é tão necessária, fica praticamente inexistente”, alertou Jaime Calado.

Ele disse acreditar que o cenário aponta para uma extrapolação em massa o limite prudencial que já vem sendo difícil de manter principalmente nos municípios menores. “Os maiores tem outras fontes que eventualmente podem compensar, mas os pequenos ficam assim quase em um beco sem saída”, observou o vice-presidente da Femurn. O reajuste do piso salarial dos professores seguiu a variação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). O impacto no Brasil será de cerca de R$ 5 bilhões. “E este é um ano de fim de mandato. Não pode deixar restos a pagar”, lembrou.

Outro problema apontado pelos representantes dos municípios é que a legislação obriga que um terço do tempo dos professores seja dedicado a atividades extraclasse, como, por exemplo, preparação de aulas. Isso, automaticamente, aumenta a necessidade de contratação de professores na mesma proporção, o que só nos municípios geraria um déficit de 300 mil profissionais.

Tesouro aponta redução de 12% no repasse do FPM

As previsões da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), divulgadas semana passada, apontaram para redução de 12,5% no Fundo de Participação dos Municípios em janeiro, na comparação com dezembro passado. Essa receita é a mais substancial de muitas das Prefeituras do interior do Estado, sobretudo as que têm o coeficiente de número 0,6 (cidades que têm até 10.188 habitantes). São elas as mais prejudicadas quando o FPM não se projeta conforme o esperado.

Ainda de acordo com os números divulgados Secretaria do Tesouro Nacional a previsão é de aumento de 23% em fevereiro, em relação a janeiro. E queda de 30% em março em relação a fevereiro. A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte já repassou aos prefeitos as previsões do STF e recomendou o máximo de cautela nos gastos. Um fato agravante, para o equilíbrio financeiro das Prefeituras, já debilitado pelo comportamento oscilante do FPM durante todo o 2011, é que janeiro é exatamente o mês de implantação do reajuste do salário mínimo.

Júnior Lucas, prefeito de São Bento do Norte, município com coeficiente 0,6 afirmou que ainda não encontrou um remédio específico para sanar o impasse ocasionado pela queda do FPM e reajustes salariais. “Estou tentando de tudo para encontrar uma solução, mas está difícil”, enfatizou ele. O chefe do Executivo municipal disse que uma possibilidade é reduzir o número de funcionários da Prefeitura. “Outra alternativa é a terceirização de alguns serviços. Tem algumas coisas que estamos vendo através do empreendedor individual, que tem uma carga tributária menor, mas isso está sendo analisado”, assinalou.

Ele destacou que no caso de São Bento do Norte o último concurso público ocorreu há mais de dez anos, então existe hoje na cidade uma demanda considerável de funcionários que trabalham através de vínculo de contratação temporária. “A tendência é de diminuição com esse pessoal”, sinalizou. Sobre a questão do limite prudencial da LRF, Júnior Lucas afirmou que prefere aguardar como as receitas vão se comportar para ter um panorama específico sobre a situação. Em São Bento do Norte, a arrecadação do ISS oriundo da implantação da energia eólica na cidade tem sido uma das principais válvulas de escape das finanças municipais. “De qualquer maneira não há uma projeção de aumento de 14% [como no caso do salário mínimo] e de 22% [no que concerne ao reajuste no piso salarial dos professores], então fatalmente quem está no limite vai ultrapassar”, estimou. Ele se diz preocupado com o cenário orçamentário da cidade nos próximos meses. “Estou bastante preocupado. Isso é a maior dor de cabeça. A arrecadação está diminuindo neste início do ano coisa que nunca aconteceu”, lamentou.

Charge do Jornal o Mossoroense alterada por cobra

charge220112

Camarada Tartaruga cade o Carro, levaram e só me deram o volante…

Sábado, 21 de janeiro de 2012 Postado por Blog do Capote = 21:27 |  Postado por nossoparanarn | 
Desorganização e desrespeito ao público marcam show (que não aconteceu) de Zezé de Camargo e Luciano no município do Encanto 21
JAN  Postado por MC
Na noite desta sexta-feira, 20, a cidade do Encanto se preparava para realizar um dos maiores shows da sua história, que seria com a apresentação da consagrada dupla romântico-sertaneja, Zezé di Camargo e Luciano, no encerramento da festa do padroreiro São Sebastião.
Porém, em conseqüência de um misto de chuva, desorganização, falta de estrutura e, principalmente, pouco respeito ao público, a apresentação dos “dois filhos de Francisco” NÃO aconteceu.
Até o momento, ninguém sabe se foi cancelado, adiado ou se, de fato, ele não iria acontecer. As interrogações permanecem, pois não houve um posicionamento oficial por parte da administração do Prefeito, Alberone Neri.
O principal ponto observado, por aqueles que foram no intuito de participar da comemoração, foi a falta de estrutura da alardeada “praça de eventos”. Verdadeiras lagoas se formaram em uma praça sem estrutura, devido aos seus vários desníveis de terreno.
Segundo informações colhidas junto a algumas pessoas que trabalharam na “festa”, a falta de planejamento do espaço ocasionou o acúmulo de água no local onde estava instalado o som, prejudicando os equipamentos que não puderam mais ser utilizados.
A ingerência, por parte da “organização”, deixou a população presente literalmente a ver navios. Afinal, espaço para eles não faltou, pois a “água deu no meio da canela”.
O fato mais vergonhoso de tudo isso, foi a falta de respeito por parte da Prefeitura, que não designou ninguém para subir ao palco e comunicar aos presentes que a festa havia sido cancelada.
O que deveria ser uma “festa de arromba”, transformou-se no ápice do despreparo e falta de humildade por parte da administração do município abençoaddo por São Sebastião.
E agora?
Notícias extras oficiais, oriundas das calçadas da fama, dão conta de que Z & L poderão se apresentar neste domingo, 22, o que achamos pouco provável.
Numa visita básica à página dos irmãos, que só vivem em pé de guerra e arengam por quase tudo, consta na agenda um show, neste sábado (21), na cidade de Itamaracá-PE.
E o pior e mais agravante nessa história toda, é que o preço da contratação de um show da dupla é estratosférico, foi custeado com recursos públicos e tem de haver a prestação contas. Como será que o prefeito do Encanto, Alberone Néri, vai justificar o elevando dispêndio financeiro pago por um serviço/produto que não recebeu?
Parece que o dinheiro público da Terra de São Sebastião, pelo menos neste caso específico, foi literalmente levado pelas águas!

Pra Inicio de Conversa: 21/01/2012

01-. Festa e chuva. A preciosa chuva não deu trégua ontem à noite na badalada festa do município de Encanto onde estava no Palco a dupla de “Caipira” Zé de Camargo e Luciano “Quem foi disse que a chuva desmontou tudo”. Nossa deve ter sido um tremendo prejuízo financeiro, o soldo disto tudo é que parece não ter havido violência, o resto é o resto Mane das Tripas.
02-. Sobrou para Quebrada. A frustrada festa dos Caipiras Besta que dizem não terem cantarolado no Encanto deixou alguns Babados que veio de lar fazer Barulho aqui e parece que vieram com Diabo na Cuca, é carro de Som aloprando em alto Som e os ouvidos da gente tem que virar Pinico. No mínimo uma lastima.
03-. Sobre a chuva novamente. Ontem estive conversando com alguns Trabalhadores Rurais e indaguei deles se iriam plantar alguma Semente com estas 02 Chuvas caídas nas Bibocas da Quebrada Velha, a resposta é se chover mais ate segunda-feira 25 deste vão plantar sim numa Broca que esta pronta. Caboclo organizado é assim.
04-. Ainda sobre o Inverno. Se ver a maioria das pessoas que nem ligam para Chuva e ate parece que bebe chumbo derretido e comem pedra ou terra. Coitados nem lembram que tudo vem da Produção do campo. Aonde chegamos ei
05-. 41 presos fogem de presídio estadual de Alcaçuz. O pavilhão Rogério Coutinho Madruga foi cenário para a maior fuga já registrada na história do Presídio Estadual de Alcaçuz. Quarenta e um detentos escaparam da unidade prisional na noite da quinta-feira passada sem serem notados pelos agentes penitenciários, é complicado entender e ter que acredita numa Fuga em massa como essa, por si só já diz tudo sobre a Segurança no Estado e não me venham com Xuru Melas, me poupem de tanta raiva OK.
06-. Ainda sobre a Segurança Pública. Não estamos dizendo que as Policias é culpada já que os Presos são custodiados pelos Agentes Penitenciários do Estado que também não tem muita Infra-Estrutura para sustenta uma parada desta sem fugas ou rebeliões, as condições físicas dos Presídios favorecem as fugas em massa como esta e o certo mesmo é que trabalham com lotações nos Presídios onde tem espaço para 10 botam 100 detentos que às vezes ficam anos após anos sem o Processo andar nas Comarcas e eles ficam presos alem da conta a pagar na prisão. Esta é a verdade nua e crua.
07-. São 12h36min Minutos do dia 21/01/2012 e os Sons Aloprando sem dar trégua pra ninguém que queira descansar tirando uma soneca, que falta faz o Comandante do Destacamento na área. Espero que ele leia esta reclamação
08-. Pois não é que os Caipiras vão mesmo cantar no Encanto neste Domingo 22 depois que o Show foi cancelado por conta da Preciosa Chuva que o Município esta precisando mais da Chuva duque deste Show. Só no Sertão de Carne e Ossos tem tanta Hipocrisia.
09-. Falar em chuva, o tempo esta pra chover e muito agora às 14h10min da tarde e deve molhar as Bibocas da Quebrada Velha de Guerra, isto sim tá precisando para se ter uma produção de Feijão, Milho e Arroz o resto é piada porque a Sexta Básica só barateia quando chove no Sertão Nordestino. Haja chuva hoje, amanha e resto mês.
10-. Li alguns comentários no Blog Política Pauferrense onde muitos se pronunciam a respeito da Administração da Prefeita Municipal de São Francisco do Oeste e vi que tem muitos desabafos de pessoas que deveriam falar menos, alguns comentários é a expressão da verdade e a maioria é nada mais duque asneiras como diz os Matutos do Sertão, que tem algumas coisas com os pingos nos ir isso tem, que tem uma mudança na cara do Município é claro que sim e ninguém seja Hipócrita em não ver que esta mudando no que tange aos Edifícios Públicos com nova roupagem.
11-. Que tem muita coisa a ser feita é claro que sim e como tem e uma delas é a descentralização da Administração, não pode um Governo Municipal, Estadual ou Federal centralizar tudo no seu Gabinete de Trabalho e ficar pagando a uma figura decorativa que não tem autonomia alguma, isto é no mínimo humilhante não só para a pessoa como para toda Sociedade, ou confia nos Assessores ou não nomeia ninguém e olha que tem pessoas com uma capacidade de trabalho extraordinária mais esta sendo impedidos de colaborar com o Município porque não tem autonomia. Que pena
12-. Nos mesmos comentários dar para se tirar as conclusões de como será a Campanha Eleitoral deste ano 2012, como já avisei a Justiça Eleitoral aqui neste espaço acho que devia senta os pacifistas de ambos os lados e tirar uma linha de campanha sem desabafos ou encrencas. A Campanha Eleitoral em São Francisco do Oeste preocupa mesmo depois da Revisão Eleitoral que esta por vim ou seja um passando alimpo. Aguardem pra ver
13-. Tem muita coisa sendo organizada é claro, mais não vale nada se não mudar o comportamento ou temperamento, vocês não acham. Fica a dica
Por hoje é só, tenham todos um ótimo final de semana, amanha voltarei se Deus permitir           

E-mail da Deputada Federal Sandra Rosado

Presidente regulamenta profissão de cabeleireiro defendida por Sandra Rosado
A presidente da República Dilma Rousseff sancionou proposta que regulamenta a profissão de cabeleireiro, barbeiro, esteticista, depilador, maquiador, manicure e pedicure, que passa a vigorar de acordo com a Lei 12.592/12.
Na Câmara dos Deputados, a proposta foi defendida pela deputada federal Sandra Rosado (PSB-RN) relatora do Projeto de Lei 6846/2002 na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). “Regulamentar a profissão garante segurança aos profissionais; ao mesmo tempo em que valoriza o ofício que tanto representa para a sociedade moderna”, justificou Sandra em seu relatório.
Na ocasião da aprovação do projeto na CCJ, o posicionamento favorável da deputada Sandra Rosado chegou a ser comemorado por um grupo de profissionais que acompanhavam a votação. “Foi necessário alguns ajustes técnicos na proposição original, mas nada que nos impedisse de propor aprovação do projeto que muito significa para milhares de brasileiros que vivem da profissão”, ressaltou Sandra ao defender seu parecer.
Dia Nacional – Deste modo, a Lei 12.592/12 prevê que os profissionais da área deverão obedecer às normas sanitárias, efetuando a esterilização de materiais e utensílios utilizados no atendimento a seus clientes. A Lei também institui o dia 18 de janeiro como o Dia Nacional do cabeleireiro, barbeiro, esteticista, depilador, maquiador, manicure e pedicure.
Assessoria de Comunicação da Liderança do PSB na Câmara – 61.8533-6564  GABINETE DA LIDERANÇA DO PSB Câmara dos Deputados – Anexo II, Sl. 114 – Brasília-DF/ CEP. 70.160-900

Veja no Jornal o Mossoroense

Wilma e Robinson Faria intensificam processo de reaproximação política em evento em Nova Cruz.
wilma_e_robinson

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) e o vice-governador Robinson Faria (PSD) intensificaram o processo de reaproximação política esperado desde que ele rompeu com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) em setembro.
Acompanhado do deputado federal Fábio Faria (PSD), Robinson esteve ao lado de Wilma na festa de São Sebastião, o padroeiro de Nova Cruz.
Antes da aparição pública, Robinson e Wilma tiveram uma conversa da qual nada vazou para a mídia.
No entanto, Wilma já deu entrevistas destacando a importância de Robinson como reforço para a oposição nas eleições deste ano e de 2014. O vice-governador já chegou a admitir que seria natural que ele e a pessebista voltassem a ser aliados.
A ex-governadora tem cogitado disputar as eleições para prefeito de Natal, mas se especula que ela pode desistir da disputa para apoiar o ex-prefeito Carlos Eduardo (PDT) indicando o vice dele, que poderia ser a deputada estadual Márcia Maia (PSB) ou a vereadora natalense Júlia Arruda (PSB).
Se isso se concretizar, em 2014 Wilma pode disputar o Senado ou o Governo do Estado, cargos para os quais Robinson

Dilma discute política internacional e economia com ministros no Alvorada 21/01/2012
EconomiaPolítica Yara Aquino Repórter da Agência Brasil
Brasília – A presidenta Dilma Rousseff continua hoje (21) a série de reuniões setoriais com ministros para traçar as metas das ações e programas do governo em 2012. Com foco em economia e política internacional, este é o terceiro dia das reuniões preparatórias para o encontro ministerial programado para segunda-feira (23).
Entre os ministros que participam das discussões de hoje com a presidenta Dilma, no Palácio da Alvorada, estão os da Fazenda, Guido Mantega; do Planejamento, Miriam Belchior; da Casa Civil, Gleisi Hoffmann; da Defesa, Celso Amorim; das Relações Exteriores, Antonio Patriota; e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.
A temática social foi o foco das primeiras reuniões setoriais, ocorridas na quinta-feira (19) quando foram discutidas as metas para o Plano Brasil sem Miséria e para os setores de educação e saúde. Ontem (20), foram discutidos temas relacionados à infraestrutura e logística, energia, pré-sal, comunicação e desenvolvimento sustentável, com foco nos setores da indústria, agricultura, defesa comercial e inovação.
A reunião ministerial de segunda-feira, da qual participam os 38 ministros, será a primeira deste ano e a segunda do governo de Dilma Rousseff. Edição: Fernando Fraga

Distribuição de renda alavanca economia

Mercado de trabalho aquecido e investimento em infraestrutura também aceleram produção
Ao longo da última década, a taxa de crescimento na renda per capita dos 10% mais pobres foi quase quatro vezes maior do que a dos 10% mais ricos. Enquanto a renda per capita do topo da pirâmide social cresceu 1,3% ao ano, a da base da pirâmide cresceu a 5,1% ao ano. Desde 2003, devido à melhor distribuição de renda, a nova classe média brasileira incorporou 29 milhões de pessoas. A queda do índice de Gini demonstra o sucesso dos programas sociais, mas também da inclusão produtiva.
Aara manter o constante crescimento econômico com inclusão social, o Brasil age a partir de políticas públicas voltadas para três grandes áreas: expansão do mercado de trabalho, redistribuição de renda e investimento em infraestrutura.
O País criou 2,3 milhões de empregos formais em 2011. A constante alta desde 2003 tem mantido a taxa de desemprego abaixo dos 6%. Aliado à valorização do salário mínimo, que recebeu aumento real de 65,96% nos últimos dez anos, o mercado de trabalho aquecido é um dos principais fatores que têm construído uma abrangente classe média no País. A oferta de oportunidades, com políticas de fomento ao agricultor familiar e aos pequenos empreendedores urbanos, foi aliada aos programas sociais para reduzir as desigualdades. O Bolsa Família, por exemplo, transferiu, apenas em 2011, R$ 16,7 bilhões a 13,3 milhões de famílias – 19,4% mais do que os R$ 13,4 bilhões de 2010 – o que demonstra que o investimento não apenas é permanente, como é acentuado.
Erradicar pobreza – O sucesso do sistema de complementação de renda permite ao País enfrentar o desafio de erradicar a extrema pobreza até o final de 2014. O Plano Brasil Sem Miséria leva em conta um cenário de manutenção do emprego e da atividade econômica, para que a inclusão produtiva na cidade e no campo ocorra.
De acordo com as projeções do Ministério da Fazenda, a permanência dos investimentos produtivos e a solidez do consumo das famílias sustentarão crescimento esperado pelo Plano em 2012. O desenvolvimento continuará baseado na demanda doméstica, que tem sido o principal condutor da expansão econômica durante o atual período de crise internacional.
PAC – Ao mesmo tempo que o Brasil incentiva fortalece a economia e a inclusão social, resolve problemas históricos de infraestrutura e saneamento básico. A execução orçamentária da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) alcançou R$ 143,6 bilhões até 30 de setembro de 2011. Este volume de recursos representa 15% do previsto para o período 2011-2014 e mostra aumento de 66% entre junho e setembro. Até setembro de 2011, o PAC 2 alcançou volume de pagamento 22% superior em comparação com o mesmo período de 2010.
O investimento na economia se dá sem aumento do endividamento público. Ao contrário, mesmo com a crise financeira, o endividamento público está em queda em relação ao PIB. Por exemplo, a Dívida Bruta do Governo Geral caiu de 63,4% do PIB, em setembro de 2009, para 55,4%, em outubro de 2011. Já a Dívida Líquida do Setor Público saiu de 43,3% para 38,2% no mesmo período.
O consumo hoje no Brasil é impulsionado não apenas pelo incentivo à produção, mas também pelo crédito. Desde a crise de 2008 até hoje, houve um aumento da razão crédito/PIB de 40,5% para 46,4%.

Charge de Sinfronio no Diario do Nordeste Ceara alterada por Cobra


Esta B é quente de mais Zé, não aguento mais… 

Pra Inicio de Conversa: 20/01/2012
01-. A Gaita que veio hoje 20/01/2012 para Prefeitura foi pouca, parece que depois dos descontos sobrou R$ 41 Mil Reais que só deve dar para Câmara Municipal, vai ser difícil no final do Mês para os gestores que só tem os repasses do Governo Federal como é o caso da Quebrada Velha de Guerra. Vai ser um Deus nos acuda
02-. As Chuvas banharam quase todos os Municípios do Alto Oeste, aqui choveu 42 Milímetros, teve município de que choveu 90 Milímetros e o tempo esta Nublado com aparência de chuva. Tem alguma coisa de incentivo a Agricultura ou é só a de sempre, algumas horas de corte de terra.
03-. Plantão Policial na Quebrada Velha de Guerra. A Quebrada parece tranqüila sem alterações ou Arruaças de Cachaceiros, ou Remédio bom danado Zé. Viva a tranqüilidade.
04-. Como já mostramos antes a Saúde deve esta do mesmo jeito, o velho e falido SUS banca a parada aos trancos e barrancos, o velho SUS é do Governo Federal claro e o Município onde fica nesta parada. Vocês deve ter lido algumas condenações a municípios que deixaram de atender os Cidadãos, a Justiça esta condenando o Município que deixar de atender ao Cidadão, quem se sentir indiscriminado procure a Promotoria de Justiça da Comarca.
05-. Políticos na berlinda. Tem alguns Políticos da Quebrada que esta quase sem ter onde andar por conta das papagaiadas do passado e fica a pensar que tem Voto, vai ser uma graça a votação destes pestes que deixaram se levar por vaidade. Ó Coitado.
06-. Volto a falar para uma Amiga que esta em Goiás mais precisamente em Goiânia, não seria melhor Você vim se tratar aqui porque tem Medico para fazer esta Cirurgia, você escolhe onde quer ficar velha amiga. Saudades de Você e preocupado também
07-. Ola Velhos Amigos que estão em São Paulo e principalmente a velha Amiga, volte Logo OK. Aqui tudo nos conformes e saudações a todos.
08-. Bom, o Salário de R$ 622,00 esta valendo desde 01 deste e o Piso Nacional dos Professores vai ser pago ou vão protelar e protelar e não pagar como não foi pago o mês de Dezembro de 2010, será preciso a Justiça decidir sobre um direito adquirido, a falta do salário de Dezembro de 2010 no bolso dos Servidores deixou seqüelas. Mostrengo de Concreto não enche barriga e nem dar saúde a ninguém. OK Rapaziada
09-. Zé Boato já esta na área novamente, Zé você ta louco em dizer que o Papagaio quer desistir. Arrume o que fazer Zé.
10-. Hoje Graças a Deus foi muito produtivo porque montamos alguns Processos para ajudar varias pessoas junto ao INSS. Dia bom e amanha espero ser melhor, fiquem com Deus e se ele permitir voltarei.                                  

A Saúde Publica no Brasil e no Mundo

Este é o Quadro da Saúde aqui, no Estado e no Brasil


20/01/2012 – Município é condenado a fornecer medicamento

O Tribunal de Justiça negou recurso interposto pelo município de Mossoró contra sentença proferida pela Vara da Fazenda Pública da Comarca de Mossoró, a qual determina que aquele município forneça o medicamento Naproxeno Sódico, Metotrexato 2,5mg e ranitina 150 a uma paciente portadora de doenças reumáticas crônicas e gastrite.
De acordo com os autos ficou comprovado que tal medicamento é imprescindível ao tratamento de febre reumática, artrite crônica e gastrite sofrida pela paciente e que ela não possui condições financeiras de arcar com os custos da droga.
Em sua defesa, o município argumentou que obrigar a rede pública a financiar toda e qualquer prestação de saúde gera grave lesão à ordem administrativa; e que os medicamentos de alto custo devem ser tratados individualizadamente.
Mas os argumentos não foram suficientes para modificar a sentença, pois de acordo com a Constituição Federal (art 196) é dever da Administração garanti-lo, dispensando medicamentos às pessoas carentes portadoras de doenças, de  aneira que não pode ser inviabilizado através de entraves burocráticos, mormente por se tratar de direito fundamental, qual seja, a vida humana.
 “ (…) tal matéria já foi exaustivamente estudada em casos anteriores, onde restou pacificado que o princípio assecuratório do direito à vida, conjugado com o da dignidade da pessoa humana, se sobrepõem a todas as alegações formuladas pelo Estado. Sob tal contexto, inaceitável se apresenta a negativa da Edilidade, uma vez que se constata evidente afronta a direitos e princípios resguardados pela CF, com expressão mais marcante sobre o direito à vida e à saúde”, destacou o relator do processo, o desembargador Saraiva Sobrinho. Apelação Cível N° 2011.012998-8

Pagina em Questão do Governo Federal

Acervo sobre literatura de cordel na internet

Acervo sobre literatura de cordel na internet Os pesquisadores e admiradores da literatura de Cordel têm a oportunidade de visitar um acervo raro e volumoso sobre o assunto, por meio da página eletrônica Cordel: Literatura Popular em Versos, criado pela Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB). O objetivo é preservar, conservar e disponibilizar a maior coleção da América Latina, com mais de nove mil títulos. O acesso é gratuito e livre, sem necessidade de inscrição. A consulta às obras está dividida em dois grupos: poetas de 1ª geração e os de 2ª geração. Fazem parte do primeiro grupo nomes como Antonio Ferreira da Cruz e Severino Milanês da Silva. No segundo, Manoel D’Almeida Filho, Gonçalo Ferreira da Silva, entre outros. Principal fonte de divertimento e informação, sobretudo, da população do nordeste brasileiro, o cordel surgiu no Brasil na segunda metade do século XIX e rapidamente expandiu-se da Bahia até o Pará. Os temas eram variados: aventuras de cavalaria, narrativas de amor, histórias de animais, entre outros.

Agricultor familiar recebe apoio de R$ 118 milhões

Cerca de 12 mil agricultores familiares organizados em cooperativas e associações em todo o Brasil receberam investimentos em projetos de melhorias de infraestrutura e de incentivo à produção que somam R$ 118 milhões em 2011, do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Proveniente do Apoio a Projetos de Infraestrutura e Serviços dos Territórios (Proinf), o recurso foi investido em logística e comercialização, transporte, criação de agroindústrias, aquisição de máquinas construção de estradas vicinais. A ação do Programa Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Territórios Rurais (Pronat) promove o desenvolvimento rural sustentável a fim de combater a pobreza no campo. No ano passado, o MDA aplicou R$ 171,4 milhões no Pronat. Para 2012, está previsto um investimento de R$ 148,7 milhões. A alocação da verba será definida ainda no primeiro semestre deste ano, após a análise dos projetos dos Colegiados Territoriais e discussões realizadas no âmbito dos Conselhos Estaduais de Desenvolvimento Rural Sustentável. O agricultor Marcos Fereguetti, 48 anos, morador do município de Governador Lindenberg, no Território Polo Colatina (ES), transportou a produção num veículo utilitário adquirido por meio do programa. “Muitos agricultores mostraram interesse em entrar para a cooperativa por causa dos excelentes resultados que estamos alcançando”, afirma.
CHUVA NO SERTÃO DE CARNE E OSSOS

Mais chuva na Quebrada Velha de Guerra. Nas ultimas 24 horas choveu 42 Milímetros na sede do Município de São Francisco do Oeste/RN, o tempo esta parcialmente nublado com previsão de chuva hoje dia 20/01/2012
Entre o dia 18 ao dia 19/01/2012 choveu 19 Milímetros
Total de chuva em Janeiro de 2012. 61 Milímetros