Para melhorar popularidade, governo deve criar auxílio para compra de gás

Gás de cozinha puxa a inflação de setembro em Brasília Cruzeiro, Brasília, DF, Brasil 13/10/2015 Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília Com variação de 19,23% no valor do botijão, o gás de cozinha contribuiu diretamente para o aumento da inflação no Distrito Federal em setembro.

Na tentativa de melhorar a sua popularidade, o governo do presidente Jair Bolsonaro pretende lançar um auxílio para a compra de gás de cozinha. A informação foi publicada nesta 5ª feira (29) pela Folha de S. Paulo.

Com os reajustes recentes promovidos pela Petrobras em suas refinarias, o preço do gás está pesando no bolso do brasileiro. Na região Norte do país, que opera com alíquotas de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) mais elevadas e tem maior custo com o transporte, o botijão de 13 kg está na faixa de R$ 100. Porém, o valor extra não é exclusividade dos nortistas. Os preços aumentaram em todo o país.

O “vale-gás” é uma alternativa encontrada pelo governo diante da resistência da equipe econômica de intervir no preço do item. De acordo com o jornal, a medida tem ganhado força entre os aliados do presidente, incluindo o ministro da Economia, Paulo Guedes.