Polícia prende irmã e cunhado suspeitos de mandarem matar comerciante em Natal; briga por herança de R$ 2 milhões é investigada como motivação

O Novo Notícias destaca nesta terça-feira(17) que durante a madrugada, a Polícia Civil prendeu três suspeitos de envolvimento na morte da comerciante Pollyana Natalusca, de 22 anos, na manhã do dia 18 de maio, dentro de uma loja na avenida Boa Sorte, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, Zona Norte de Natal. De acordo com o texto, os presos na manhã de hoje são suspeitos de serem os mandantes da morte de Pollyana, que teria sido motivada por uma disputa de herança que corre na justiça e tem um valor estimado de R$ 2 milhões.

Duas das prisões ocorreram na cidade de Touros, litoral Norte do Estado. Entre os presos está uma irmã e um cunhado da vítima, além de um policial militar, lotado no 4º Batalhão de Polícia Militar, que foi preso quando estava saindo de serviço, nesta manhã.

Matéria completa AQUI no Novo Notícias.