Um em cada três potiguares recebe auxílio emergencial de R$ 600, aponta governo

Dados do Ministério da Cidadania mostram que 1 milhão de pessoas no Rio Grande do Norte estão recebendo a ajuda financeira provida pelo Governo Federal; segunda parcela do benefício começou a ser paga esta semana em todo o País

Um em cada três potiguares recebeu os R$ 600 do auxílio emergencial em abril, segundo dados do Ministério da Cidadania. O contingente de 1 milhão de potiguares beneficiados com o recurso representa 28,8% de toda a população do Rio Grande do Norte.

Segundo balanço preliminar do Ministério da Cidadania, depois de solicitação feita agência de dados Fiquem Sabendo, o Brasil tem 50,230 milhões de beneficiários do auxílio emergencial. As informações são de pessoas que consideradas elegíveis ao programa entre o período de 6 a 22 de abril.

A parcela de 28,8% dos potiguares beneficiados com os recursos do auxílio emergencial – a partir da estimativa de 3,5 milhões de habitantes no estado feita em 2019 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – evidencia que a crise gerada pelo novo coronavírus reduziu a renda do trabalhador.

Isso é explicado pela divisão dos beneficiados com o recurso em todo o Estado. Do total de pessoas com direito aos R$600, 522 mil delas recebem o auxílio através do programa Bolsa Família, outras 221 mil estão incluídas no Cadastro Único do Governo Federal e ainda há 266 mil pessoas se adequam aos critérios de não terem emprego ou são trabalhadores informais, autônomos ou microempreendedores individuais (MEIs).

No Rio Grande do Norte, a cidade com o maior número de participantes é Natal, com um total de 190.027 beneficiados. O número representa 21% da população de toda a capital potiguar. A cidade potiguar com o menor número de beneficiados é Ipueira. O município da região do Seridó tem 691 beneficiários. No entanto, os dados do Ministério não trazem o valor total depositado nas contas bancárias dos beneficiários registrados norte-rio-grandenses.