Vereador da cidade de Serrinha dos Pintos “Pato Choco” é preso pela (DEICOR) por organização criminosa

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) no dia 14/05, prenderam em flagrante o *Macio Ferreira de Aquino* o “Pato Choco” de 38 anos.

O elemento que é Vereador na cidade de Serrinha dos Pintos, foi preso no município de Parnamirim.

Em 25 de março a DEICOR estava investigando uma Ação Criminosa contra Agência Bancária na cidade de António Martins, quando receberam denúncia que parte do Bando estaria escondido na Fazenda de “Pato”, localizada na zona Rural de Serrinha dos Pintos no RN distante 380 KM de Natal.

Durante os levantamentos descobriram que dentro da Granja de “Pato”, havia um Galpão subterrâneo, usado para guardar Cigarros Contrabandeados e Armas de Grosso Calibre, possivelmente utilizadas em ações criminosas do Novo Cangaço.

Na manhã de hoje foi realizada uma Operação Policial para localizar o Galpão e prender, elementos envolvidos com Roubos a Banco.

No momento em que os Policiais Civis chegaram à Fazenda, perceberam que no local teria havido movimento de pessoas, porém ninguém foi licalizado.

Depois de revistas minuciosas em todo o Imóvel foi licalizado o Galpão Subterrâneo com cerca de 60m2 e embaixo de Campo de Futebol de Areia, no qual foram encontradas 20 Caixas de Cigarros Contrabandeados, avaliados em mais de R$ 40 mil reais, além de Munições Calibre .40.

Com mais diligências com o objetivo de prender “Pato Choco”, o qual foi licalizado em Condomínio de Luxo no bairro de Nova Parnamirim em Parnamirim.

Com “Pato” foram apreendidos 02 veículos, sendo um deles avaliado em R$ 180 mil reais e outro utilizado, para transportar cigarros contrabandeados.

O elemento que confessou a prática do Contrabando, foi conduzido à DEICOR, onde foi Autuado em Flagrante pelos crimes de Contrabando e Posse Ilegal de Munição de Uso Restrito.

De acordo com as investigações, ele seria um dos maiores responsáveis pela Distribuição Ilegal de Cigarros Importados no Estado.

Macio Ferreira será encaminhado ao Sistema Prisional, onde ficará à disposição da Justiça do RN.